terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

Instruções para Atravessar o Deserto - Juan Vicente Piqueras

Sobre o trabalho poético de Juan Vicente Piqueras escreveu Jesús Bregante, autor do Diccionario de Literatura Española: «Alheio a modas, etiquetas e correntes literárias, é um dos poetas mais originais e interessantes do panorama literário espanhol. Os seus versos são de uma riqueza expressiva extraordinária, com uma delicada destreza na criação de imagens.» Instruções para Atravessar o Deserto é uma antologia preparada em diálogo com o autor e constitui a primeira tradução da sua poesia para português. Edição bilingue.

COPOS DE SEDE

Se duvidas da tua sede, se não te atreves 
a perguntar-lhe ou a dar-lhe um nome, 
se só sabes que procuras uma água 
que a sacie e não encontras senão poços, 
e neles ecos que te chamam, bebe. 

Se a sede ao beber desaparece 
é porque era só sede. Continua a procurar. 

Mas se cresce em ti quando a sacias, 
se queres não deixar de ter sede 
e sim continuar a beber dia e noite 
copos de sede, não duvides: 
podes chamar-lhe amor, continuar sofrendo, 
e saber que não existe quem te guie.

 Juan Vivente Piqueras


segunda-feira, 18 de fevereiro de 2019

O Homem das Castanhas - Søren Sveistrup

Uma tempestuosa manhã de Outubro. Num tranquilo subúrbio de Copenhaga, a Polícia faz uma descoberta terrível. No recreio de um colégio, uma jovem é encontrada brutalmente assassinada, e falta-lhe uma das mãos. Pendurado por cima dela, um pequeno boneco feito com castanhas.

A jovem e ambiciosa detective Naia Thulin é designada para desvendar o caso. Com o seu colega Mark Hess, um investigador que acabou de ser expulso da Europol, descobrem uma misteriosa prova sobre «o homem das castanhas», nome com que os media baptizaram o assassino. Existem evidências que o ligam a uma menina que desapareceu um ano antes e foi dada como morta: a filha da ministra Rosa Hartung.

Mas o homem que confessou o assassínio da menina, um jovem que sofre de uma doença mental, já está atrás das grades e o caso há muito tempo fechado. Quando uma segunda mulher é encontrada morta e, junto dela, mais um boneco de castanhas, Thulin e Hess suspeitam de que possa haver uma ligação entre o caso Hartung e as mulheres assassinadas.

Mas qual é a relação entre as duas mortes? Thulin e Hess entram numa corrida contra o tempo. O assassino tem uma missão e está longe de a terminar.

 O homem das castanhas


domingo, 17 de fevereiro de 2019

Corações Quebrados - Sofia Silva


Uma relação maior que um oceano. Entre as dores da perda e a incapacidade de seguir em frente, Emília vive os seus dias numa clínica. Está estagnada. É nesse inferno pessoal que ela conhecerá Diogo, alguém que também foi vítima de uma tragédia. 

Será que é possível dois corações quebrados encontrarem a felicidade? 
Numa sociedade onde a aparência continua a valer mais do que a essência, é difícil continuar a jornada da vida quando tudo nos é arrancado. Passamos os dias a olhar para a capa das pessoas. Julgamos, sem compreender que nunca conheceremos totalmente uma história sem ler cada página. Sem compreender o seu início, meio e fim. Duas pessoas fisicamente distantes. Dois corações quebrados pela vida. Dois sotaques que se misturam entre a dor, o riso e o amor. 

Olhem para a capa de cada pessoa, mas virem a primeira página.

 Sofia Silva


sábado, 16 de fevereiro de 2019

A Cor do Hibisco - Chimamanda Ngozi Adichie

Os limites do mundo da jovem Kambili são definidos pelos muros da luxuosa propriedade da família e pelas regras de um pai repressivo. O dia-a-dia é regulado por horários: rezar, dormir, estudar e rezar ainda mais. A sua vida é privilegiada mas o ambiente familiar é tenso. O pai tem expectativas irreais para a mulher e os filhos, e pune-os severamente quando se mostram menos que perfeitos.

Quando um golpe militar ameaça fazer desmoronar a Nigéria, o pai de Kambili envia-a, juntamente com o irmão, para casa da tia. É aí, nessa casa cheia de energia e riso, que ela descobre todo um novo mundo onde os livros não são proibidos, os aromas a caril e noz-moscada impregnam o ar, e a alegria dos primos ecoa.

Esta visita vai despertá-la para a vida e para o amor e acabar de vez com o silêncio sufocante que a amordaçava. Mas a sua desobediência vai ter consequências inesperadas.

  Uma obra sobre liberdade, amor e ódio, e a linha ténue que separa a infância da idade adulta, que marcou a estreia de uma escritora extraordinária.

 A cor do hibisco


sexta-feira, 15 de fevereiro de 2019

Os Rapazes na Gruta - Matt Gutman


No dia 23 de junho de 2018, doze jovens elementos da equipa de futebol tailandesa Wild Boars e o seu treinador, de 24 anos, desapareceram na gruta Tham Luang, no Norte da Tailândia. Encurralados por causa das chuvas das monções, os rapazes sobreviveram na escuridão durante 10 dias, até serem encontrados por dois mergulhadores britânicos que atravessaram 1,5 quilómetros de túneis apertados e submersos pela água. 

Milhões de pessoas em todo o mundo seguiram, com expetativa, a missão dos socorristas internacionais de elite, que lutavam contra o tempo, arriscando a própria vida, para evacuar os rapazes. O correspondente-chefe da ABC News, Matt Gutman, revela os bastidores secretos desta notável missão de resgate que uniu o mundo com um sentimento de esperança. 

Jornalista veterano, que acompanhou esta história no local, Gutman descreve a viagem inicial dos rapazes para a gruta, a busca furiosa para encontrar a equipa, os quase afogamentos nos túneis, a morte trágica de um navy seal tailandês e a missão de resgate que salvou os rapazes e o treinador. 

Através de dezenas de entrevistas, examina a missão sem precedentes, que exigiu métodos arriscados, nunca testados antes - a única hipótese que os rapazes tinham de sobreviver. Dos socorristas civis, australianos e britânicos, à equipa de Operações Especiais da Força Aérea dos EUA, são revelados todos os heróis desconhecidos que, trabalhando em conjunto naquela que foi uma demonstração rara de cooperação internacional, convergiram para a gruta, no Triângulo Dourado da Tailândia, para levarem a cabo uma das mais audazes missões de resgate alguma vez tentada. 

Gutman também retrata a forma como os rapazes viveram na gruta tantos dias, apoiando-se na sua inteligência e na amizade entre os membros da equipa e com o treinador, de forma a garantir a sua sobrevivência. 

Uma história com um final feliz, nunca contada, sobre o trabalho de equipa, a coragem e a esperança que desafia todas as improbabilidades.

 Matt Gutman


quinta-feira, 14 de fevereiro de 2019

Os Pecados do Corpo - Izabel de Paula

Os Pecados do Corpo não é um livro de dietas ou de soluções milagrosas. É um guia de beleza com dicas e respostas simples para enfrentar os principais pecados do corpo feminino:

• gordura
• celulite
• flacidez
• barriga proeminente
• retenção de líquidos

E porque este livro foi pensado para nunca mais precisar de outro sobre beleza feminina, a autora rege-se pelo equilíbrio saudável do corpo, explica o papel fundamental da massagem e não esquece a importância de estabilizar o peso ao longo da vida. Afinal, não bastam soluções simples, são necessárias soluções duradouras.

Informativo e intuitivo, incluindo até receitas para regular o peso, Os Pecados do Corpo partilha os segredos de muitos anos de trabalho de uma especialista em corpos sem pecado que é uma referência da beleza feminina em Portugal e no Brasil.

 Os pecados do corpo


quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019

Para que serve a filosofia? - Mary Midgley

Porque devemos interessar-nos por filosofia? Será a filosofia um estudo pormenorizado como a metalurgia? Ou será parecida com a história, a literatura ou a religião: um saber que visa o bem pessoal e exerce influência na nossa vida? 

Mary Midgley, uma das mais importantes filósofas do século XX, procura uma resposta para estas questões importantes naquela que é a exposição mais completa das múltiplas formas assumidas pelas ansiedades e confusões intelectuais presentes e da maneira como podemos lidar com elas. Dela resulta uma defesa firme, mas não sectária, da filosofia e da vida da mente.

Esta defesa é posicionada sabiamente no contexto dos debates contemporâneos sobre ciência, religião e filosofia. Confrontados com a vertiginosa evolução científica e tecnológica, podemos interrogar-nos se continuamos a precisar da filosofia para nos ajudar a refletir nas grandes questões do significado, conhecimento e valor? A resposta é: a filosofia continua a ser absolutamente necessária.

 Filosofia


terça-feira, 12 de fevereiro de 2019

A Guerra dos Mundos - H. G. Wells

O romance A Guerra dos Mundos foi originalmente publicado em folhetim em 1897, em Inglaterra e nos EUA, e só no ano seguinte teve a sua primeira versão em livro. Em 1906 foi feita a extraordinária edição belga com as ilustrações do pintor pré-modernista brasileiro Henrique Alvim Corrêa, que aparecem agora nesta edição portuguesa.

A Guerra dos Mundos tornou-se um marco da literatura de ficção científica, uma das primeiras histórias que narra o choque do Homem com habitantes de outro planeta. Foi adaptado várias vezes para cinema e dramatizadoara para a rádio em 1938 por Orson Welles.

 A guerra dos mundos


segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019

O Teu Olhar Ilumina o Mundo - Susanna Tamaro


«Os anos da nossa amizade foram para mim os anos da grande liberdade. A liberdade de ser tal como sou», escreve Susanna Tamaro a Pierluigi Cappello, o poeta desaparecido em 2017, procurando ser fiel a uma promessa que ambos fizeram antes de a doença os separar: a promessa de escreverem um livro em conjunto. 

Assim surgiu este livro delicado, profundo e comovente que recupera os anos breves e intensos da amizade entre os dois. Uma amizade selada também por dois modos diferentes de enfrentar a incapacidade. Para Pierluigi, o estar preso a uma cadeira de rodas, devido a um acidente ocorrido durante a sua juventude. 

Para Susanna, uma síndrome neurológica que a confinou, desde os primeiros anos de vida, a uma dimensão de fragilidade e solidão. 

Um livro que fala da adolescência, do direito à diferença, do amor, da alma, do mistério da vida e da morte, e do sentido profundo da nossa existência.

 O teu olhar ilumina o mundo


domingo, 10 de fevereiro de 2019

Retratos da Precariedade - Renato Miguel do Carmo e Ana Rita Matias


O TRABALHO PRECÁRIO EM PORTUGAL - Um fenómeno quase invisível, reflexo de um mal-estar social e com consequências devastadoras.

O Brexit em Inglaterra, a eleição de Donald Trump e de Jair Bolsonaro, a ascensão da extrema-direita em vários países da Europa: tudo isto são sintomas de um enorme mal-estar social. Neste contexto de esvaziamento de aspirações e expectativas em relação ao futuro, há um fenómeno devastador em crescimento no mercado de trabalho europeu e português, que continua a ser «invisível»: a precariedade laboral.

Este livro, que conta com o testemunho de 24 jovens portugueses, olha para um dos grupos mais afectados pela crise económica-financeira, procurando aferir o verdadeiro impacto da banalização do trabalho precário. Muitos jovens enfrentam hoje situações de estágios não-remunerados, bolsas de investigação consecutivas, contratos a termo, recibos verdes e outros, muitas vezes durante vários anos, mergulhando num ciclo de incerteza que não compromete apenas o seu presente - rouba-lhes a possibilidade de traçarem projectos de vida e tem consequências sociais para todos nós.

 Retratos de precariedade


sábado, 9 de fevereiro de 2019

Os Falcões do Biafra - Fernando Cavaleiro Ângelo


A história de como Salazar, resolutamente e com grande secretismo, apoiou os independentistas do Biafra na sangrenta Guerra Civil da Nigéria (1967-1970). Das razões da comunidade internacional se ter dividido entre o apoio ao governo nigeriano dado pelos ingleses (ex-colonizadores), americanos e soviéticos, e o apoio à causa biafrense prestado pelos portugueses, franceses e pelo Vaticano. 

Da bravura de um grupo de aviadores portugueses - os Falcões do Biafra -, que cruzou o céu africano para entregar ao povo biafrense cercado alimentos e medicamentos, armas e munições. E de como a PIDE o seguiu à distância e registou as suas movimentações em Lisboa, Faro, Bissau e São Tomé e Príncipe.

 Os falcões do Biafra


SUGESTÃO

Inferno de Dan Brown

Instruções para Atravessar o Deserto - Juan Vicente Piqueras

Sobre o trabalho poético de Juan Vicente Piqueras escreveu Jesús Bregante, autor do Diccionario de Literatura Española: «Alheio a modas, et...