sábado, 29 de fevereiro de 2020

A Rapariga Nova - Daniel Silva

Ora a vês, ora não a vês.

A rapariga nova, um thriller novo em que o engano, a traição e a vingança andam de mão dada.

Num elitista colégio particular suíço, o mistério rodeia a identidade de uma rapariga de cabelo preto que chega todas as manhãs acompanhada por uma escolta digna de um chefe de Estado. Na verdade, o seu pai é Khalid bin Mohammed, o difamado príncipe herdeiro da Arábia Saudita. E, quando a sua única filha é sequestrada, recorre ao único homem capaz de a encontrar antes que seja tarde demais.

O que está feito, não pode ser desfeito…

Gabriel Allon, o lendário chefe dos serviços secretos israelitas considera Khalid um colaborador valioso, mas do qual não se fia, na guerra contra o terror. O príncipe comprometeu-se a quebrar o vínculo estreito que une a Arábia Saudita com o Islamismo radical. Juntos vão arquitetar uma aliança precária numa guerra secreta pelo controlo do Médio Oriente. Ambos os homens têm numerosos inimigos. E ambos têm tudo a perder. Do autor mais vendido do The New York Times, chega-nos um magnífico thriller novo de engano, traição e vingança.

 Daniel Silva


sexta-feira, 28 de fevereiro de 2020

Estamos Grávidos! E Agora? - Carmen Ferreira

A gravidez, o parto e os meses que se seguem são momentos intensos, repletos de mudanças que se sucedem a um ritmo alucinante. As dúvidas instalam-se e começa a procura de respostas. e porque sabe que o Dr. Google não faz diagnósticos (e é sempre pessimista!), Carmen Ferreira, enfermeira parteira, escreveu este livro a pensar nas mães e pais que andam à procura de respostas.

Às boas práticas e às evidências científicas mais recentes, a enfermeira Carmen alia o que aprendeu com mães, bebés e outros enfermeiros, ao longo de 10 anos de profissão, na área de obstetrícia. Apresenta-nos um livro que abrange cinco grandes etapas: a gravidez, o nascimento (parto e pós--parto), o bebé recém-nascido, os desafios do primeiro ano de vida e a prevenção/planeamento de uma nova gravidez.

Está repleto de informação científica e dicas práticas - daquelas que os médicos não dão, nem encontra noutros livros sobre o tema -, sem obsessões nem fundamentalismos. com uma escrita leve e descontraída, este é o livro que a/o vai ajudar a viver a maternidade/paternidade com mais tranquilidade.

Carmen Ferreira é enfermeira parteira, com dez anos de experiência na área de obstetrícia, e autora do blogue Bebé Saudável. É presença assídua nos meios de comunicação social.

 Carmen Ferreira


quinta-feira, 27 de fevereiro de 2020

+ Vida + Saúde + Tempo - Manuel Pinto Coelho

Neste livro o Doutor Manuel Pinto Coelho mostra-nos como, através da alteração dos nossos hábitos quotidianos, é possível viver mais, com mais saúde e mais felizes. Com gestos simples, mas empenhados, podemos reduzir a incidência e os sintomas de várias patologias, das mais simples às crónicas, bem como impedir o aparecimento de doenças mais e menos graves.

Mudar a alimentação, suplementar com nutrientes e hormonas, instituir a prática de exercício físico, são alguns dos fatores primordiais que pode alterar no seu dia a dia e assim contribuir para o seu bem-estar. Segundo o autor não podemos evitar o envelhecimento, mas conseguimos se nos cuidarmos, viver melhor cada etapa da nossa vida. Pode começar hoje.

 Manuel Pinto Coelho


quarta-feira, 26 de fevereiro de 2020

O Poder Mágico do Jejum - Yoshinori Nagumo

Quantas vezes já comeu hoje? Se a resposta é mais do que uma, espante-se: está a comer demais! O Dr. Yoshinori Nagumo revela, no seu best-seller com mais de 1.000.000 exemplares vendidos no Japão, a chave da saúde: comer uma vez por dia e comer bem. Está comprovado que o corpo humano - a nossa componente genética, o nosso sistema imunitário e o nosso metabolismo - são feitos para funcionar a um nível ótimo com uma refeição por dia. Se o estômago está a roncar, as células estão a funcionar! Os efeitos de comer mais são precisamente as doenças crónicas e epidémicas, como o diabetes e o cancro.

O Poder Mágico do Jejum explica detalhada e acessivelmente as bases científicas deste princípio, e oferece dicas preciosas para instituir o hábito mais saudável que alguma vez terá: comer bem, uma vez por dia.

Yoshinori Nagumo


terça-feira, 25 de fevereiro de 2020

A Cidade dos Desejos Ardentes - Bernardo Gianni

Do Prefácio do cardeal D. Tolentino Mendonça colhemos o essencial da presente obra do monge Abade do Mosteiro de San Miniato al Monte, D. Bernardo Gianni, e que contém parte da reflexão dos Exercícios Espirituais pregados pelo Autor ao papa Francisco:
«Dom Bernardo muito sabiamente transforma a Florença, cantada por tantos poetas e génios do pensamento, em metáfora de todas as cidades do mundo, de todos os lugares existenciais, exteriores e interiores, onde os filhos dos homens habitam. E o seu programa não pode ser mais essencial: propor-nos uma redescoberta adorante e contemplativa da própria vida, para reconhecermos nela "os vestígios e os indícios que o Senhor não se cansa de deixar na sua passagem pela nossa história".
Para o público português, esta sua obra é provavelmente o primeiro contacto com o seu pensamento. Estou certo, porém, de que despertará muito interesse para continuar a escutá-lo.»

 Bernardo Gianni


segunda-feira, 24 de fevereiro de 2020

A Força do Hábito - Charles Duhigg

A maioria das opções que tomamos parecem-nos resultado de decisões muito bem pensadas, mas não. São hábitos.

E se cada hábito isoladamente parece pouco relevante, com o passar do tempo os alimentos que comemos, o que dizemos aos filhos, as decisões que tomamos de poupar ou gastar, a frequência com que fazemos exercício e a forma como organizamos os nossos dias, acabam por ter um impacto enorme sobre a saúde, produtividade, bem-estar económico e felicidade.

Transformar um hábito não é necessariamente fácil ou rápido. Nem sequer é simples. Mas é possível. E, hoje, graças a este livro sabemos como.

 A força do hábito


domingo, 23 de fevereiro de 2020

Tu és aquilo que pensas - James Allen

E se tudo aquilo que nos acontece depender, sobretudo, dos nossos pensamentos?

Era nisso em que acreditava James Allen quando escreveu As a Man Thinketh, que chega agora com nova tradução. Neste pequeno e valioso livro, repleto de ideias e exemplos, irás ver que o sucesso e a felicidade estão ao teu alcance, através de uma simples ferramenta: domina os teus pensamentos e dominarás o teu destino.

Escrita há mais de 100 anos - muito antes de outras referências que defendem o mesmo princípio -, esta é uma das obras de autoajuda mais lidas de sempre e um guia para líderes, coaches e mestres mundiais do desenvolvimento pessoal. Através dela, e ao longo de décadas, inúmeras pessoas mudaram a sua forma de estar e tornaram-se mais felizes e bem-sucedidas, ajudando, ao mesmo tempo, a transformar o mundo num lugar melhor.

"Sonha em grande - aquilo com que sonhares será aquilo em que te irás tornar."

Para te ajudar a focar a mente naquilo que realmente importa, deixamos-te pequenos lembretes que podes descarregar e partilhar:
- Aquele que acalenta no seu coração uma visão bela, um ideal elevado, um dia irá alcançá-los.
- As pessoas não atraem aquilo que querem, mas sim aquilo que são.
- Aquele que conquistar a dúvida e o medo terá derrotado o fracasso.

 James Allen


sábado, 22 de fevereiro de 2020

História do Sporting Clube de Portugal - Luís Augusto Costa Dias e Paulo J. S. Barata

Futebol, e não só. O Sporting Clube de Portugal, desde os anos da sua criação, cultivou apaixonadamente o ecletismo. Importantes desde o primeiro momento, as restantes modalidades desportivas representam, ainda hoje, um dos valores distintivos da identidade do Sporting. Esta nova História do Sporting Clube de Portugal, que não é uma rescrita, insere a génese do clube na história da cultura e do desporto em Portugal. Com base em documentos - uns inéditos ou pouco conhecidos, outros reinterpretados -, factos, pessoas e instituições são analisados à luz de contextos sociais mais amplos. Da abordagem inovadora feita pelos autores surgem novas perspetivas sobre os primeiros tempos do clube, aqui apresentados de forma dinâmica, numa viagem que leva o leitor até à época dos distintos sportsmen, das glamorosas festas desportivas, das atribulações dos primeiros torneios e competições.

Este livro, assente no indispensável rigor histórico e profusamente ilustrado com imagens e documentos da época, exalta protagonistas desconhecidos, episódios relevantes, resultados memoráveis do período fundacional do Sporting Clube de Portugal. Das origens mais remotas até à morte prematura de José Alvalade, em 1918, dá-se a conhecer a era em que um grupo de amantes e praticantes de desporto ergueram um clube com princípios, valores e condições ímpares para a prática dos desportos. Nos designados Anos Alvalade, o Sporting tornou-se no clube com as melhores instalações desportivas do país e um expoente máximo da relação entre o exercício físico e o equilíbrio intelectual, moral e social dos indivíduos.

Um século depois da morte de José Alfredo Holtreman Roquette, para a posteridade conhecido por José Alvalade, o Sporting Clube de Portugal permanece fiel às suas origens. O legado deixado pelo fundador ainda perdura. Indispensável para qualquer sportinguista, esta é a história dos primórdios de um clube único.

O Sporting Clube de Portugal tem inscrita, na sua essência, a prática de uma grande diversidade de modalidades, o que correspondia ao conceito de prática desportiva e educação física sustentados por José Alvalade. Foi, aliás, o primeiro clube português a reunir em recinto desportivo próprio e polivalente o conjunto de todas as suas atividades e, mais ainda, foi ampliando, com novos espaços, um recinto cada vez mais alargado com terrenos que o visconde de Alvalade foi adquirindo.

Não obstante a atribuição simbólica da primeira presidência do Sporting ao visconde de Alvalade, que na época foi visto como «o mecenas do sport em Portugal», o seu neto, José Alfredo Holtreman Roquette, foi o grande protagonista do processo de fundação do clube e o elemento aglutinador do grupo de fundadores, o organizador das bases da sua constituição e infraestruturas, o seu representante junto dos outros clubes e das estruturas federativas, de que foi também destacado participante. Mas não deve ver-se José Alvalade propriamente como portador de um «sonho de visionário»; ele foi, antes, um propagandista esclarecido do desporto e um homem de ação, que estabeleceu com método um plano para erguer um clube que corporizasse uma prática desportiva de vanguarda.

 Sporting Clube de Portugal


sexta-feira, 21 de fevereiro de 2020

Um Mar Sem Estrelas - Erin Morgenstern

Muito abaixo da superfície da Terra, na margem do Mar Sem Estrelas, existem inúmeros túneis e recintos cheios de histórias. As entradas que conduzem a este santuário costumam estar escondidas, às vezes no chão das florestas, outras vezes no interior de uma casa, ou mesmo à vista, sem se dar por elas. Mas aqueles que as procuram encontram-nas. As suas portas aguardam-nos.

Zachary procura a sua porta, embora não saiba. Segue um canto de sereia silencioso, uma certeza inexplicável de que está destinado a encontrar outro sítio. Quando descobre um livro misterioso nas prateleiras da biblioteca da universidade, começa a ler e sente-se cativado pelas histórias de prisioneiros que procuram amor, cidades perdidas e acólitos sem nome. De repente, um virar de páginas leva Zachary a uma história da sua própria infância, incrivelmente escrita naquele livro antigo.

Uma abelha, uma chave e uma espada impressas no livro conduzem Zachary a duas pessoas que mudarão o curso da sua vida: Mirabel e Dorian. Estes desconhecidos guiam-no através de bailes de máscaras e histórias sussurradas em salões clandestinos até à sede de uma sociedade secreta, onde as maçanetas estão penduram em fitas e, por fim, através de uma porta pintada que se abre magicamente para entrar num lugar que ele sempre desejara.

Entre túneis sinuosos repletos de livros, salões de baile e margens escuras como vinho, Zachary cai num mundo inebriante, permeado de romance e mistério. Mas trava-se uma batalha pelo destino daquele lugar e, embora haja quem sacrifique tudo para protegê-lo, outros estão determinados a destruí-lo.

 Um mar sem estrelas


quinta-feira, 20 de fevereiro de 2020

Escrever Direito por Linhas Tortas - Joana Rombert

«O meu filho fala mal. Poderá vir a escrever como fala?»
«Desenha as letras em espelho. É normal?»
«Já lê, mas nem sempre compreende. É frequente?»
«Troca o "s" pelo "z" na escrita. Até quando pode fazê-lo?»
«Está no 2.º ano e troca "perfeito" com "prefeito". É comum?»
Escrever Direito por Linhas Tortas é uma ferramenta prática que procura responder a estas e a outras dúvidas dos pais, educadores ou professores.

Partindo de casos reais, este livro apresenta estratégias, atividades e jogos que facilitam o desenvolvimento das competências envolvidas na aprendizagem da leitura e da escrita, desde o pré-escolar até ao final do 1.º ciclo. Os jogos e as atividades devem ser adaptados ao momento, às necessidades e aos interesses de cada criança, numa viagem sem receitas.

Este livro apresenta também quadros de resumo com as etapas de desenvolvimento normativo e os sinais de alarme, de forma a despertar o olhar dos pais para o desenvolvimento dos filhos e permitir-lhes, assim, detetar possíveis dificuldades e agir.

A aprendizagem da leitura e da escrita é uma etapa muito importante na vida de uma criança, e o trabalho de equipa é um dos alicerces mais importantes para uma aprendizagem efetiva, coerente e participante.

 Joana Rombert


quarta-feira, 19 de fevereiro de 2020

A Mais Preciosa Mercadoria - Jean-Claude Grumberg

Era uma vez um casal de lenhadores muito pobres que vivia numa floresta, por onde passava um comboio de mercadorias. Como estavam em guerra e era inverno, não tinham quase nada para comer. Por isso, a lenhadora sonhava que um dia alguém lhe atiraria uma coisa boa e deliciosa do comboio. Os lenhadores não tinham filhos, o que para ele era um alívio mas, para ela, um grande desgosto.

Era uma vez um casal de judeus que viajava num comboio com dois bebés praticamente recém-nascidos. O pai sabia que não iam para um lugar nada bonito e, ao atravessar a floresta, teve uma ideia bastante insensata…

Vendido em mais de dez países, finalista de uma série de prémios literários, escolhido pelo realizador Michel Hazanavicius para ser em breve um filme de animação, A Mais Preciosa Mercadoria é uma fábula sobre Auschwitz que se inspira num episódio real e não cessa de perturbar e comover leitores em todo o mundo, sobretudo por ter essa rara qualidade de poder ser lida por pessoas de todas as idades. Em França, onde foi originalmente publicado, já se imprimiram mais de 90 000 exemplares.

 Jean-Claude Grumberg


terça-feira, 18 de fevereiro de 2020

O Silêncio das Mulheres - Pat Barker

Conhecemos da Ilíada o nome de heróis masculinos, como Aquiles, Ulisses, Páris, Agamémnon ou Heitor — mas este romance, narrado por Briseida, rainha de Lirnesso (cidade vizinha de Troia e dos seus campos de batalha), troféu e concubina de Aquiles após a tomada da cidade pelos Gregos, é a história das mulheres do poema de Homero, figuras frequentemente esquecidas ou desvalorizadas: as escravas, as prostitutas, as enfermeiras, as que cuidam dos mortos e dos vivos, as que observam as batalhas e primeiro sofrem os seus horrores.

Reenviando-nos às grandes páginas da literatura da Antiguidade, O Silêncio das Mulheres é um convite a escutar as vozes silenciadas pela História e pelo poder — e um livro belíssimo sobre a realidade brutal da guerra e da escravidão, e também do amor e suas controvérsias.

 O silêncio das mulheres


segunda-feira, 17 de fevereiro de 2020

O Amor em Portugal na Idade Média - Ana Rodrigues Oliveira

Em que consistiria o amor para o homem da Idade Média?
Que significado teria o casamento?
Envolveriam os casamentos medievais algum sentimento?

Estas são algumas das perguntas a que a historiadora Ana Rodrigues Oliveira responde ao longo de um livro fundamental para fazermos o retrato do amor no Portugal medieval.

A palavra amor era plural: abrangia o afeto, a amizade, o desejo, a paixão, o erotismo e a sexualidade (hétero e homo). Mas, na época medieval, o amor estava enquadrado na legislação civil e canónica: por um lado, a lei prescrevia quem se devia amar (e como) e, por outro, interditava práticas, pessoas, sentimentos e formas de amar. no entanto, não terá havido na História uma época tão fértil em adultérios e paixões extramatrimoniais quanto a Idade Média.

Ao longo deste livro, encontramos muitos amores proibidos e muitas ligações perigosas, o que demonstra que a afetividade e a sexualidade não se conformaram com as austeras disciplinas impostas pela Igreja e pelo poder régio.

A realidade do amor medieval (e da sexualidade) revela-se menos austera, menos reprimida e menos uniforme do que pensávamos.

 Ana Rodrigues Oliveira


domingo, 16 de fevereiro de 2020

O Que Fazer dos Estúpidos - Maxime Rovère

Os filósofos podem combater a estupidez e considerá-la um adversário - e até, pelo menos teoricamente, uma forma de inteligência. Para isso, podem descobri-la através da opinião, dos preconceitos, da arrogância, da superstição, da intolerância, do dogmatismo, do niilismo, etc. Isto pode esclarecer a natureza da estupidez e ajudar a combatê-la — mas o problema são os estúpidos. É essa a pergunta: e os estúpidos que encontramos no dia a dia, no emprego, nos transportes, na família, entre os nossos vizinhos, amigos e amantes? Os estúpidos são um problema delicado e muito mais importante do que a estupidez propriamente dita. A sua existência constitui um problema teórico e filosófico extremamente complexo. São obstinados, agressivos, oportunistas - e, às vezes, inteligentes. O que fazer deles?

Com humor, ironia e recurso à filosofia, Maxime Rovere trata de explicar como resistir-lhes, como escutá-los, como o Estado os protege, como nos ameaçam - e porque é que eles preferem destruir a construir, por que motivo governam o mundo e ganham sempre.

 O que fazer dos estúpidos


sábado, 15 de fevereiro de 2020

História(s) do Presente - Miguel Bandeira Jerónimo e José Pedro Monteiro

12 ensaios + 12 entrevistas a reputados especialistas internacionais sobre eventos históricos marcantes que deitam luz sobre a actualidade.
A crise dos refugiados, o racismo, a globalização da economia, os nacionalismos, o uso do véu islâmico, as fake news, entre muitos outros temas fracturantes, têm gerado um debate público aceso, mas nem sempre bem informado. Sem pretender ensinar «lições de história», antes convidando a um olhar retrospectivo que ajude o leitor a tentar perceber como aqui chegámos, Miguel Bandeira Jerónimo e José Pedro Monteiro apresentam esta versão desenvolvida da série com o mesmo nome publicada no jornal Público: dos campos de concentração à emergência de um discurso dos direitos humanos, da afirmação do desenvolvimento» como categoria política às políticas do medo e da histeria colectiva organizada, o objectivo deste volume é encontrar no passado as pistas para imaginar um futuro menos sombrio, menos desigual e menos violento.

 Histórias do presente


sexta-feira, 14 de fevereiro de 2020

Língua Mátria - Contos inéditos de autores de língua portuguesa

Um volume que reúne algumas das melhores vozes da literatura em português.

Mia Couto (Moçambique), João Tordo (Portugal), Milton Hatoum (Brasil), Teolinda Gersão (Portugal), David Capelenguela (Angola), Luís Cardoso (Timor-Leste), Luís Carlos Patraquim (Moçambique), Ngonguita Diogo (Moçambique), Olinda Beja (São Tomé e Príncipe), Patrícia Reis (Portugal), Vera Duarte (Cabo Verde), Waldir Araújo (Guiné-Bissau).

Língua Mátria junta mais de uma dezena de contos inéditos, de autores de todos os países lusófonos. Em celebração do Ano da Colaboração, espelham-se lugares e imaginários da lusofonia e abrem-se caminhos para pensar, sentir e agir.

Num só livro, reúne-se um conjunto de perspetivas e interpretações do que é pensar e escrever em língua portuguesa, um pouco por todo o mundo. Com uma grande variedade de temáticas, misturando questões familiares para o leitor, novas experiências e interpretações.

 Língua Mátria


quinta-feira, 13 de fevereiro de 2020

Harry Potter e a Câmara dos Segredos 20 Anos - Gryffindor - J. K. Rowling

Os dias de Verão com os Dursleys estavam a tornar-se insuportáveis. Harry Potter já não gostava muito de muggles, mas o pior é que tinha de passar os seus dias de férias em casa dos muggles mais muggles de todo o planeta e arredores. Não havia maneira de voltar para a sua querida escola de feitiçaria...  E ultimamente mesmo esse regresso se encontrava ameaçado, pois duende Dobby não cessava de o avisar de que algo terrível o aguardava em Hogwarts... Nada mais nada menos do que a revelação dos misteriosos e ameaçadores poderes da câmara do segredos! O regresso do herói que está a conquistar jovens e adultos de todo o mundo numa aventura que te enfeitiçará até à última página.

 Harry Potter


quarta-feira, 12 de fevereiro de 2020

Perdido e Achado - Stephen King

Um thriller arrepiante sobre um leitor com uma obsessão por um escritor… protagonizado pelo mesmo trio de heróis improváveis apresentados em Sr. Mercedes.
1978: Morris Bellamy está tão obcecado por John Rothstein, um icónico autor norte-americano, que era capaz de matar para conseguir um livro inédito do escritor.

2009: Pete Saubers, um rapaz cujo pai foi brutalmente ferido por um Mercedes roubado, descobre uma mala cheia de dinheiro e os cadernos de Rothstein.

2014: Depois de trinta e cinco anos na prisão, Morris sai em liberdade condicional. E está determinado a recuperar o seu tesouro.

Cabe agora a Bill Hodges, detetive reformado que gere uma empresa de investigação chamada Finders Keepers, salvar Pete de um Morris cada vez mais desvairado e com sede de vingança...

 Stephen King


terça-feira, 11 de fevereiro de 2020

Sete Casas Vazias - Samanta Schweblin

«A minha mãe está deitada de barriga para baixo na alcatifa, no meio do quarto de casal. O açucareiro está em cima da cómoda, junto ao seu relógio e às suas pulseiras, que, evidentemente, tirou. Tem as pernas e os braços abertos e afastados, e, por momentos, pergunto-me se haverá outra forma de abraçar coisas tão descomunalmente grandes como uma casa, se é que é isso o que a minha mãe está a tentar fazer.»

A casa é o lugar da intimidade. As suas divisões, onde comemos, dormimos, discutimos, amamos, fazem parte do nosso passado, escondem segredos, desejos, traições. Por isso nos inquietamos sempre que alguém entra nesse espaço, sentimo-nos observados e julgados, como se algo que devia permanecer oculto fosse finalmente revelado ao mundo.

Em Sete Casas Vazias, Samanta Schweblin não se refreia de colocar o dedo nessa ferida, negando ao leitor qualquer espécie de alívio; e a perda, a violência afetiva, a doença, o egoísmo, as nossas falhas mais íntimas tornam-se, elas próprias, todo o espaço em que habitamos.

 Sete casas vazias


segunda-feira, 10 de fevereiro de 2020

O Outono em Pequim - Boris Vian

O romance O Outono em Pequim é de 1947, o mesmo ano em que Vian escreveu A Espuma dos Dias. Publicado pela primeira vez nas Éditions du Scorpion, o livro contém elementos surrealistas. A Pequim que surge no título não é literal. Os protagonistas têm em comum dirigirem-se a um deserto imaginário chamado Exopotâmia, onde está em construção uma estação de comboios.

A narrativa começa com as peripécias de Amadis Dudu, que, não tendo conseguido apanhar o autocarro para ir trabalhar, acaba a bordo do 975, que o leva a esse deserto. Esse acaso revela-se frutuoso para Amadis. O Outono em Pequim é uma narrativa de desilusão do mundo adulto, construído sobre o absurdo da sociedade industrial. Mas é também, tal como A Espuma dos Dias, uma história de amor sem esperança.

O narrador detém por vezes deliberadamente o desenrolar da história para comentar o que se está a passar. E é esse seu olhar irónico que evidencia os aspectos absurdos do romance.

 Boris Vian


domingo, 9 de fevereiro de 2020

O Erro de Galileu - Philip Goff

Um dos mais eminentes filósofos da mente propõe um argumento lúcido e provocador que cria uma imagem radicalmente nova da consciência humana: o pampsiquismo.

Compreender a maneira como o cérebro produz a consciência é um dos maiores desafios científicos do nosso tempo. Philip Goff propõe uma alternativa empolgante que poderá desbravar novos caminhos. Com raízes numa análise dos fundamentos filosóficos da ciência moderna e baseado na obra, que remonta ao princípio do século XX, de Arthur Eddington e Bertrand Russell, Goff apresenta argumentos convincentes a favor do pampsiquismo, uma teoria que propõe que a consciência não está confinada às entidades biológicas mas é uma característica fundamental de toda a matéria física, das partículas subatómicas ao cérebro humano.

 O erro de Galileu


sábado, 8 de fevereiro de 2020

Teresa, a Condessa-Rainha - Luís Carlos Amaral e Mário Jorge Barroca

Filha do poderoso Afonso VI, rei de Leão e Castela, e de D. Ximena Moniz, e irmã da rainha D. Urraca, a infanta D. Teresa assistiu de muito perto e interveio, por vezes de forma enérgica, nas sucessivas e complexas conjunturas que moldaram o processo histórico peninsular, entre o derradeiro quartel do século XI e as primeiras décadas da centúria seguinte.

Tendo ficado viúva de D. Henrique de Borgonha em 1112, D. Teresa logo assumiu as tarefas governativas do condado, procurando dar continuidade ao essencial das políticas de seu marido. Neste contexto, não deixou também de cultivar ambições régias, muito provavelmente relacionadas com uma eventual restauração do antigo reino da Galiza.

A história posterior, em razão sobretudo da fundação da monarquia portuguesa, levou a que o seu governo fosse tradicionalmente interpretado como uma espécie de período intermédio entre dois tempos grandes, o de D. Henrique e, muito em particular, o de seu filho, D. Afonso Henriques.

Esta biografia revela-nos D. Teresa, a condessa-rainha, como uma personagem política fascinante, dotada de características singulares, que viveu e influenciou os momentos mais decisivos da formação do reino de Portugal.

 Teresa rainha de Portugal


sexta-feira, 7 de fevereiro de 2020

Flechas de Fúria - Anthony Riches

A Batalha da Águia Perdida salvou a Muralha de Adriano, mas o novo governador da Britannia tem de travar a rebelião das tribos do norte ou arrisca-se a perder a sua província. Para Marcus - agora simplesmente Centurião Corvus -, a campanha pode revelar- se duplamente perigosa. Os reforços chegaram à Britannia, e ele está rodeado de novos oficiais que não têm razões para o proteger da guarda pretoriana do imperador. A espada do inimigo pode ser tão fatal como uma palavra imprudente. E os delatores estão muito mais próximo do que o centurião pode imaginar.

E enquanto Marcus treina duas centúrias de arqueiros sírios para resistirem ao embate das forças bárbaras e depois passarem ao contra-ataque, o prefeito da Segunda Coorte dos Tungros descobre o seu segredo. Agora, só um milagre poderá salvar Marcus e aqueles que o protegem de uma morte certa.

 Anthony Riches


quinta-feira, 6 de fevereiro de 2020

A Dieta do que Se F*da - Caroline Dooner

Fazer dieta não funciona. Pelo menos, a longo prazo. Já reparou que, quando a sua dieta falha, em vez de pensar que o problema está na dieta, pensa que a culpa é sua? Afinal, é assim tão difícil seguir um simples plano de toranjas e atum? Porque é que tem tanta fome? O que há de errado consigo? A verdade é que não há nada de errado consigo. Mas a tentativa constante de comer o menos possível é uma forma miserável de viver e nem sequer vale o esforço. Por isso, que se f*da a dieta.

Em A Dieta do Que Se F*da, a autora apresenta as falhas comuns a todas as dietas e oferece um caminho simples e contraintuitivo para resolver a sua relação física e emocional com a comida. Muito irreverente e divertida, esta obra é um apelo à ação para quem tem problemas com a comida, o peso ou o corpo.

Chegou o momento de deixar a vergonha - uma relação saudável com a comida leva a que tenha uma relação mais saudável consigo. Bem-vindo à Dieta do Que se F*da. Vamos comer?

 Caroline Dooner


quarta-feira, 5 de fevereiro de 2020

A Mensagem - Mai Jia

É na paisagem deslumbrante de Hangzhou, perto de Xangai, que decorre a ação de A Mensagem, durante a II Guerra Mundial e a ocupação japonesa da China: um espião chinês atua nas fileiras nipónicas e mina a sua confiança decifrando códigos através de verdadeiros passes de mágica. Serve-se de códigos matemáticos, operações de contraespionagem e mensagens truncadas que apaixonam o submundo das agências de informação. Numa derradeira tentativa para desmascarar a toupeira chinesa, os japoneses passam também a enviar mensagens falsas. Cairá o espião na armadilha?

Este é o desafio lançado por Mai Jia, o celebrado autor de Cifra, cujos livros vendem milhões de exemplares e — tal como A Mensagem — foram já adaptados ao cinema e a séries de televisão.

 Mai Jia


terça-feira, 4 de fevereiro de 2020

O Leitor - Bernhard Schlink

Em 1960, Michael Berg é iniciado no amor por Hanna Schmitz. Ele tem 15 anos, ela 36. Ele é apenas um adolescente. Ela é uma mulher madura, bela, sensual e autoritária. Mas este período de felicidade incerta tem um fim abrupto quando Hanna desaparece subitamente.
Só voltarão a encontrar-se anos mais tarde. Michael é estudante de Direito e Hanna está em tribunal, acusada de um crime hediondo. Enquanto a observa, o jovem percebe que, ao recusar defender-se, Hanna pode estar a guardar um segredo que ela considera mais vergonhoso do que o assassínio.
Inicia-se então uma reflexão metódica e dolorosa sobre a legitimidade de uma geração, a braços com a vergonha, julgar a geração anterior, responsável por crimes de guerra.

Aclamado pelo seu erotismo latente e pelos desafios morais que coloca ao leitor, este prodigioso e perturbante romance sobre os destinos da Alemanha está traduzido em 39 línguas e foi galardoado em 1997 com os prémios Grinzane Cavour, Hans Fallada e Laure Bataillon. Em 1999 venceu o Prémio de Literatura do Die Welt. Foi adaptado ao cinema em 2008 e vencedor do Óscar para melhor atriz, atribuído a Kate Winslet.

 O leitor


segunda-feira, 3 de fevereiro de 2020

Palavras Amargas - Vi Keeland e Penelope Ward

Serão as palavras capazes de dizer tudo?

Nada faria prever que a venda do vestido de noiva que eu nunca cheguei a usar me faria cruzar com a mais meiga mensagem de amor que alguma vez lera. Obrigado por tornares todos os meus sonhos realidade. Assim terminava o bilhete cosido ao forro de um vestido numa loja de roupa vintage. Quem o assinava era Reed Eastwood, que só podia ser o homem mais romântico de sempre. E eu não iria descansar enquanto não o descobrisse.

Quis o destino que uma oferta irrecusável me colocasse a trabalhar na empresa dele. E, de repente, Reed Eastwood, aquele homem deslumbrante e lindo de morrer, passou a ser o meu patrão. Mas a verdade é que o meu emprego de sonho poderia vir a transformar-se em pesadelo, já que bem depressa descobri que Reed era afinal arrogante, cínico e paternalista!

Mas nada disso iria demover-me de descobrir a história por detrás daquela mensagem tão bonita. Ainda que para mim ele guardasse as palavras mais amargas, algo de muito doce se escondia naquele homem.

Mas… seria eu capaz de derreter aquele coração?
Ou por vezes o coração fala mais alto?

 Palavras amargas


domingo, 2 de fevereiro de 2020

Greta e os Gigantes - Zoë Tucker e Zoe Persico

A Greta adora a maravilhosa floresta onde vive, rodeada de natureza e de todo o tipo de animais. Quando os Gigantes chegam e começam a cortar árvores, a destruir plantas e a construir cidades tão grandes como eles, a Greta percebe que a sua floresta está prestes a morrer. É então que ela tem uma ideia que pode salvar o planeta…

Um livro inspirado na história de Greta Thunberg, nomeada para o Nobel da Paz e Vencedora do Right Livelihood Award 2019 «por inspirar e amplificar as exigências políticas para ações climáticas urgentes».

Algumas coisas que os mais novos podem fazer para ajudar a Greta:

- Anda, corre, usa a bicicleta, o autocarro ou o comboio, em vez do carro ou do avião.
- Pergunta à tua professora se podem escrever ao Primeiro-Ministro ou alguém do governo para vos ajudarem na luta contra as alterações climáticas.
- Tem cuidado com as tuas coisas. Quando se estragarem, arranja-as, em vez de comprares novas.

 Greta e os gigantes


sábado, 1 de fevereiro de 2020

Insane Mode - Hamish McKenzie

Um relato eletrizante de uma das maiores histórias empresariais do século XXI.

Elon Musk, investidor, engenheiro e fundador de empresas como a SpaceX e a PayPal, cujas políticas empresariais estão focadas na redução do aquecimento global, apostando nas energias renováveis, é hoje um nome que todos conhecem, sobretudo como o homem à frente da Tesla.

Neste livro, Hamish McKenzie, ex-funcionário da Tesla, conta a história da empresa de carros mais revolucionária desde a Ford e de como, sob a liderança insana de Elon Musk, a era dos combustíveis fósseis está a chegar ao fim.

A Tesla desencadeou uma competição frenética, mas continua na liderança porque está a construir os carros e as infraestruturas que a nova era de transportes exige. A popularidade dos carros elétricos está a crescer em todo o mundo, sobretudo na China, e o autor entrevista titãs que, embora pouco conhecidos, têm o dinheiro e o acesso ao mercado para impulsionar uma revolução global de carros elétricos de forma rápida e decisiva.

Insane Mode não é apenas o botão no painel do Model S que lhe dá a aceleração de um Ferrari; e também não é só a história de uma marca de carros incrivelmente inovadora — é a história de Elon Musk, um visionário implacável, e de uma nova era, veloz e esclarecedora.

Por isso, aperte o cinto e embarque nesta viagem!

 Hamish McKenzie


SUGESTÃO

Inferno de Dan Brown

A Sinfonia dos Animais - Dan Brown

O Rato Maestro está a preparar uma grandiosa surpresa sinfónica! Consegues descobrir o que anda ele a planear? Procura as pistas que ...