terça-feira, 31 de dezembro de 2019

Viver a Lei do Uno - Carla L. Rueckert

Viver a Lei do Uno - A Escolha leva-nos numa viagem espiritual e histórica, ao mesmo tempo que fornece respostas para as antigas perguntas de quem somos, porque estamos aqui e para onde vamos, e apresenta sugestões a cada leitor com base nas suas experiências pessoais.

O material de Ra pode não ser para todos, mas, com a mente aberta, o estudo da Lei do Uno pode responder a muitas perguntas de quem procura a verdade. As mensagens de Ra oferecem soluções para muitos dos mistérios do Universo. Colocam a nossa vida presente num contexto muito mais vasto e muito mais satisfatório.

Oferecem uma imagem apaixonante, animadora e plena de poder do Universo e do nosso lugar nele.

 Viver a Lei do Uno


segunda-feira, 30 de dezembro de 2019

Viver a Lei do Uno: A Escolha - Carla L. Rueckert

Viver a Lei do Uno - A Escolha leva-nos numa viagem espiritual e histórica, ao mesmo tempo que fornece respostas para as antigas perguntas de quem somos, porque estamos aqui e para onde vamos, e apresenta sugestões a cada leitor com base nas suas experiências pessoais.

O material de Ra pode não ser para todos, mas, com a mente aberta, o estudo da Lei do Uno pode responder a muitas perguntas de quem procura a verdade. As mensagens de Ra oferecem soluções para muitos dos mistérios do Universo. Colocam a nossa vida presente num contexto muito mais vasto e muito mais satisfatório.

Oferecem uma imagem apaixonante, animadora e plena de poder do Universo e do nosso lugar nele.

 Viver a Lei do Uno


domingo, 29 de dezembro de 2019

Rumo ao Desconhecido - Andrew Rader

«Se a história da exploração nos ensinou alguma coisa foi que acontecem coisas surpreendentes quando o ser humano se obriga a tentar algo que ninguém fez antes.»

Pela primeira vez na história, a espécie humana tem a tecnologia para se destruir. Mas, tendo desenvolvido esse poder, os humanos também são capazes de deixar a Terra e viajar para a imensidão do espaço. Após milhões de anos de evolução, chegámos ao ponto em que podemos instalar-nos noutros mundos e iniciar o processo de nos tornarmos multiplanetários.

Como chegámos aqui?
O que nos reserva o futuro?

Do brilhante e jovem Andrew Rader — um cientista credenciado pelo MIT, apresentador de um podcast popular e gestor de missões na SpaceX — chega-nos uma crónica que destaca o desejo insaciável dos humanos de avançar continuamente em território novo e desconhecido, desde os primeiros dias da civilização até ao planeamento atual das viagens interestelares.

 Rumo ao desconhecido


sábado, 28 de dezembro de 2019

As Três Devoções do Início do Mês - Cristina Jesus Seraphim Rodrigues

Deus, no Seu amor misericordioso e providente, nunca abandona os Seus filhos na sua caminhada nesta Terra. Nos difíceis tempos em que vivemos, o nosso querido Pai do Céu oferece à humanidade três grandes remédios: a devoção ao Sagrado Coração de Jesus, a devoção ao Coração Imaculado de Maria e a devoção à Santíssima Eucaristia. Fá-lo através de algumas revelações privadas, hoje, infelizmente, pouco conhecidas dos cristãos e por vezes até desprezadas.

Neste breve livro a Cristina de Jesus Seraphim Rodrigues, de uma maneira muito didáctica, dá-nos a conhecer cada uma destas importantes devoções. Após uma útil nota histórica oferece ao leitor os principais elementos de cada devoção, nomeadamente as grandes promessas feitas pelo Céu a quem as realizar, bem como todos os outros elementos necessários para as poder pôr imediatamente em prática.

 Jesus


sexta-feira, 27 de dezembro de 2019

Como Fazer para Acontecerem Coisas Boas - Marian Rojas Estapé

Unindo o ponto de vista científico, psicológico e humano, a autora oferece-nos uma reflexão profunda, salpicada de conselhos úteis e com uma vertente iminentemente didáctica, sobre a aplicação das nossas capacidades de empenho em procurarmos uma existência plena e feliz.

Conhecer e optimizar determinadas zonas do cérebro, fixar metas e objectivos na vida, exercitar a vontade, pôr em marcha a inteligência emocional, desenvolver a assertividade, evitar o excesso de autocrítica e auto-exigência, reivindicar o papel do optimismo…

 Marian Rojas Estapé


quinta-feira, 26 de dezembro de 2019

O Céu Numa Gaiola - Christine Leunens

Durante a Segunda Guerra Mundial, em Viena, Johannes Betzler, um membro fanático da Juventude Hitleriana, é ferido num ataque aéreo. Forçado a viver confinado à casa dos pais, descobre que estes escondem ilegalmente uma rapariga judia. A ideia de uma fugitiva silenciosa e vulnerável a viver por trás de uma parede falsa na sua própria casa horroriza-o.

Após a repulsa inicial, cedo Johannes sente-se obcecado por Elsa. Subitamente, os pais desaparecem sem deixar rasto, e Johannes é a única pessoa que sabe da existência de Elsa. Dividido entre a responsabilidade pela sobrevivência da rapariga e a sua lealdade à pátria, a perceção que Johannes tem da realidade começa a dissolver-se no mundo em explosão do Terceiro Reich e no labirinto moral de situações impossíveis.

Focando-se na cosmovisão de um jovem fanático num regime violento e manipulador, este é um romance comovente, perturbador, com alguns laivos de humor negro, que examina as verdades e as mentiras que nos mantêm vivos.

 O céu numa gaiola


quarta-feira, 25 de dezembro de 2019

A Paixão do Jardineiro - Jean-Pierre Sarrazac

«As peças aqui editadas são experiências dramatúrgicas e tentativas de formas dramáticas contemporâneas, realizadas no seu estaleiro imaginário, isto é, com muito teatro nos olhos, de lê-lo, fazê-lo, escrevê-lo, pensá-lo e vê-lo - Sarrazac é contemporâneo de Strehler, Bergman (assistiu a ensaios no Dramaten) Vincent, Chéreau, Alain Françon, Vitez e sobretudo Jacques Lassalle, seu grande amigo. O seu teatro é devedor da sua escrita como teórico e com os seus ensaios faz corpo. O futuro do drama, Teatros íntimos, Teoria do drama moderno e contemporâneo e recentemente Strindberg o Impessoal, constituem um corpus teórico único acerca do teatro moderno e contemporâneo.
A sua Teoria é o equivalente hoje da Poética de Aristóteles e abre perspectivas às escritas dramáticas contemporâneas, ao seu coro polifónico, como gosta de referir.»

Fernando Mora Ramos, encenador

 A paixão do jardineiro


terça-feira, 24 de dezembro de 2019

Murmúrios com Vinho de Missa - Álamo Oliveira

«Neste Murmúrios com Vinho de Missa, um padre e uma professora são a voz e os rostos do romance e a pedofilia entre os membros do clero é um dos seus temas. O que o torna um livro muito actual. Actualidade corroborada pelo mais que atravessa as suas páginas: o envelhecimento, o desejo, a educação, o tráfico de drogas, a alimentação saudável, o carácter fragmentário das relações humanas.
Estamos, pois, em presença de uma narrativa que, como toda a boa obra de arte, nos inquieta e que se afasta do julgamento primário e redutor da pedofilia. Aqui, já não entendida sob o prisma de uma falsa moralidade, mas pelo ponto de vista de duas figuras - uma masculina, outra feminina - que partilham uma visão transgressora da lei e que são adeptas do que se poderia designar de efebofilia.»

 Murmúrios com vinho de mesa


segunda-feira, 23 de dezembro de 2019

Moçambique - Maria Paula Meneses

Moçambique - Realidades Materiais, Experiências Espirituais tem por objetivo mostrar como a feitiçaria e outras formas de poderes e tensões sociais/rituais nas culturas urbanas contemporâneas não são nem vestígios arcaicos nem fenómenos exóticos isolados ou separados dos processos históricos e políticos globais e das macrotransformações económicas, pelo que devem ser vistos como discursos morais que apelam e defendem outras formas de ser e estar no mundo.

Ao contribuir para a criação de ligações face a uma aparente separação entre as práticas atuais de deteção e punição de supostos feiticeiros e as realidades socioeconómicas regionais onde estes processos têm lugar, a ênfase desta obra incide sobre a análise epistémica da atividade ritual e das tensões sociais experimentadas por populações que habitam contextos urbanos contemporâneos, combinando trabalho de arquivo com pesquisa etnográfica, e a casos de estudos

 Moçambique


domingo, 22 de dezembro de 2019

Os Dias da História - Jorge de Sousa Pinto

Cada dia uma história. De Portugal e do mundo. Factos conhecidos, como grandes batalhas e conquistas, revoluções ou tratados fundamentais, e outros menos conhecidos, mas não menos importantes e curiosos.

De diferentes épocas e geografias, com diferentes protagonistas. da história militar às artes e cultura, passando pela política e pela medicina.

O historiador Paulo Jorge de Sousa Pinto condensou em textos curtos, mas rigorosos, tudo o que precisamos de saber sobre cada acontecimento. Uma viagem de 365 dias ao longo da História para ficar a conhecer mais.

 Os dias da história


sábado, 21 de dezembro de 2019

Não Fujas Mais - Harlan Coben

Um thriller entusiasmante de um dos mais apreciados mestres do suspense da atualidade.

Ele Perdeu a Filha.

Ela está agarrada às drogas e a um namorado abusivo. E deixou bem claro que não quer ser encontrada. Um dia, por acaso, o pai vê-a a tocar guitarra em Central Park, Nova Iorque. Mas já não é a menina de quem se lembra. Esta mulher vive à beira do abismo, está assustada e claramente metida em apuros. Sem qualquer hesitação, ele não para sequer para pensar. Aborda-a e pede-lhe que regresse a casa.

Ela Foge.

E só há uma coisa que um pai pode fazer: segue-a por um mundo negro e perigoso cuja existência desconhecia. Quando dá por si, tanto a vida dele como a da sua família estão em risco. E para proteger a filha dos males desse mundo, ele tem de os encarar de frente.

 Não fujas mais


sexta-feira, 20 de dezembro de 2019

Os Segredos da Encantadora de Bebés - Tracy Hogg e Melinda Blau

Quando foi publicado pela primeira vez, este livro posicionou-se de imediato nas listas de bestsellers dos Estados Unidos da América. Pais de todo o país aderiram ao método de Tracy Hogg, deslumbrados por conseguirem comunicar com os seus bebés ainda com poucas semanas de vida.

Ela proporcionou-lhes aquilo que para muitos era um verdadeiro milagre: a capacidade de compreenderem cada murmúrio e cada choro do bebé, sendo assim possível perceber se ele estava com fome, cansado, inquieto devido a algum problema sério, ou apenas carente de um pouco de amor e carinho.

Tracy Hogg também desfez o falso mito de que os pais têm de ficar sem dormir durante o primeiro ano de vida do bebé - porque um bebé feliz dorme a noite inteira. Neste livro, ela partilha programas simples e acessíveis baseados na sua experiência de mais de vinte anos.

Com esses programas, os pais aprenderão:

Como conseguir que o seu bebé se alimente, brinque e durma seguindo uma rotina que tornará a vida de todos os membros da família mais fácil e mais feliz.
Como interpretar o que o seu bebé lhe quer dizer (para que não tente alimentá-lo quando afinal o que ele quer é fazer uma sesta).
Como identificar que tipo de bebé é o seu - Anjo, de Manual, Sensível, Enérgico, Rabugento - e, depois, aprender a melhor maneira de interagir com esse tipo de bebé.

A Magia dos Três Dias de Tracy - como mudar os maus hábitos (os seus e os do bebé) em apenas três dias. A essência da mensagem simples, mas profunda, de Tracy Hogg consiste em: tratar o bebé como gostaria que a(o) tratassem a si.

Rigoroso, prático e, muitas vezes, desafiando a sabedoria tradicional, este livro ajuda os pais a terem não só um bebé mais saudável mas também uma família mais tranquila e feliz.

 Os segredos da encantadora de bebés


quinta-feira, 19 de dezembro de 2019

Angel - Elizabeth Taylor

Com apenas quinze anos, Angel sabe que é diferente, que está destinada a tornar-se uma autora célebre e a possuir enormes riquezas. O seu primeiro romance, uma obra-prima, serve apenas para confirmar as suas suspeitas, pensa ela. Após lerem o romance, os editores têm certeza de que A Lady Irania será um êxito, apesar do — e talvez devido ao — seu estilo exagerado.

Mas têm curiosidade em saber quem poderia ter escrito um romance assim: "uma velhinha a imaginar histórias românticas por trás de cortinas de renda… Angelica Deverell é um nome bom de mais para ser verdadeiro… pode tratar-se de um velhinho. Seria uma variante divertida. Estamos à espera de conhecer Mary Anne Evans e entra-nos pela porta George Eliot a retorcer o bigode."

Por isso, nada os preparou para a jovem pálida que se senta diante deles, sem um grão de ironia ou de humor no espírito.

 Angel


quarta-feira, 18 de dezembro de 2019

O Homem que Via Tudo - Deborah Levy

Em 1988, Saul Adler é atropelado em Abbey Road. Aparentemente, fica bem. Levanta-se e vai ter com a namorada, Jennifer Moreau. Fazem sexo e terminam o relacionamento amoroso, mas não antes de ela o ter fotografado a atravessar a mesma rua onde fora atropelado. Saul parte para estudar na Berlim Leste comunista, dois meses antes da queda do Muro, e aí encontra o tradutor que lhe foi atribuído e a irmã deste, que jura ter visto um jaguar a deambular pela cidade.

Saul apaixona-se; preocupa-se obsessivamente com o pai, um homem difícil e autoritário; e trava amizade com um hippie, que pode ou não ser um agente da Stasi, mas que o vai assombrar num futuro próximo. Movendo-se entre tempos diferentes e deixando um rasto em espiral, Levy analisa o que vemos e o que não conseguimos ver, as consequências do descuido, o peso da história e as nossas desastradas tentativas de o sacudir dos ombros.

 Deborah Levy


terça-feira, 17 de dezembro de 2019

Florbela Espanca – O Fado - Samuel Lopes

O Fado é a obra que celebra os 125 anos do nascimento de Florbela Espanca - considerada a maior expressão da poesia feminina da língua portuguesa. Esta obra apresenta pela primeira vez a poesia de Florbela Espanca em livro e disco nas vozes do fado no feminino.

O livro inclui a apresentação, O Fado em Florbela Espanca com notas biográficas, os poemas cantados e fotos das artistas que dão voz aos poemas. Este trabalho oferece um CD com 18 temas dos quais 9 são gravações inéditas.

 Samuel Lopes


segunda-feira, 16 de dezembro de 2019

Poemas e Canções II - Leonard Cohen

Poemas e Canções é a mais vasta antologia de Leonard Cohen até hoje publicada. Escolhida com a participação do próprio autor, e integrando vários poemas inéditos, reúne os principais textos — se exceptuarmos os romances — da sua produção literária e musical. No seu conjunto, é uma viagem imaginária através da beleza, do horror, do amor e do desespero.

Leonard Cohen nasceu em Montreal em 1934. Em 1956 editou Comparemos Mitologias. O seu primeiro disco, Songs of Leonard Cohen, divulgado em 1967, foi um assinalável início musical e popularizou algumas das suas canções mais famosas, como Suzanne.

Desde os anos 60, foram publicados onze livros de poemas, dois romances e dezassete álbuns musicais de Cohen, que o tornaram um dos mais conhecidos e influentes artistas, no Canadá, nos Estados Unidos da América e na Europa.

 Leonard Cohen


domingo, 15 de dezembro de 2019

O Rapaz de Auschwitz - Steve Ross

Um testemunho da capacidade de superação do ser humano.

Esfomeado, espancado e molestado assim foi a vida de Steve Ross nos anos que passou nos campos de morte de Hitler. Ross nunca perdeu a esperança, mesmo quando foi deixado inconsciente numa pilha de corpos para incinerar.

Sobreviveu a 10 campos de concentração e esta obra é o seu testemunho de dor e de crueldade, mas também uma demonstração da resiliência e da capacidade de superação do ser humano.

 Steve Ross


sábado, 14 de dezembro de 2019

Nós e Outras Novelas - Evguéni Zamiátin

Deste livro fazem parte a distopia Nós, duas novelas inglesas e o romance O Flagelo de Deus, que Zamiátin deixou inacabado.

Nós, a mais conhecida das suas obras, foi escrita em 1921 e publicada em inglês em Nova Iorque em 1925, depois em checo em 1927 e em francês em 1929, tendo influenciado 1984 de Orwell e Anthem de Ayn Rand. Inspira-se na tendência da sociedade inglesa, a economia industrial mais evoluída da época, para a regulamentação e um controlo da vida humana em que não há lugar para a individualidade. Revelou-se profético no que respeita à evolução do regime russo, que apostou na indústria pesada e nos planos quinquenais. Foi escrito na forma do diário de um construtor de uma espécie de nave espacial destinada a levar a felicidade aos habitantes de outros planetas. O narrador vê-se, por força das circunstâncias, perante um dilema: continuar a ser uma peça da máquina que é o Estado Único ou arriscar-se a ter sentimentos como amor e compaixão. O regime comunista proibiu a publicação da obra. O Pescador de Homens é a designação dada pelo autor à personagem desta narrativa, escrita em 1918. A personagem central, marido exemplar e «um dos apóstolos voluntários da Sociedade da Luta contra o Vício», é um caso acabado de hipocrisia.

O Flagelo de Deus, a obra que Zamiátin não chegou a terminar, é uma narrativa histórica de evidente actualidade, decorrendo numa época de migrações e de sensação de catástrofe iminente.

 Evguéni Zamiátin


sexta-feira, 13 de dezembro de 2019

Liderança Humildade e Soberba - Arménio Rego

Abundam na história casos de líderes e organizações que colapsam quando, aparentemente, se encontram no cume do sucesso. Este paradoxo acontece, frequentemente, quando a autoconfiança, o poder e o sucesso se transformam em arrogância e soberba. A tentação híper-narcísica transporta o líder para o centro de um mundo fictício à volta do qual tudo gira, assim perdendo contacto com as pessoas e as realidades que deveriam orientar a sua ação. Este perigo é potencialmente letal, quer para o próprio, quer para as organizações que lidera.
Estudioso e com vasta experiência na área da liderança, o autor, apoiando-se em muitos exemplos (nos campos empresarial, político, militar e desportivo) e ampla investigação, apresenta a humildade como o antídoto adequado para tais perigos e refuta a crença segundo a qual as duras realidades da liderança não se compaginam com as «fraquezas da humildade». A humildade não representa humilhação, fraqueza ou défice de autoestima, sendo antes a capacidade de «ter os pés assentes na terra» - estar ciente das forças e fraquezas próprias, reconhecer as qualidades e os contributos dos outros e ter vontade para aprender. A humildade dos líderes é, pois - desde que acompanhada de determinação, coragem e competência - uma força. Em oposição, a soberba pode ser uma doença perigosa para os líderes, as organizações e mesmo a comunidade.
Conciliando teoria e prática, e apresentando pistas para a ação, este livro responde a questões como:
• Porque é que a humildade nos líderes é importante para a eficácia da liderança, a inovação e o desempenho das equipas e das organizações?
• O que significa ser um líder humbicioso (humilde e ambicioso)?
• É possível ser-se um líder simultaneamente humilde e narcisista?
• O que acontece quando os líderes permanecem muito tempo no poder, são bem-sucedidos e se deixam contaminar pela soberba?
• Porque é que a soberba dos líderes pode conduzir a escândalos, bancarrotas e desastres?
• Como exercer o poder sem contrair a soberba?
• Porque é que os freios e contrapesos ajudam os líderes a «manter os pés na terra» e a evitar a soberba?
• A recomendação «Lembra-te que és mortal» continua válida?
• É arriscado ser excessivamente humilde?

Líderes e futuros líderes aprenderão muito com este livro. Sobretudo a tornarem-se (e a conservarem-se) líderes humildes, evitando o perigo da arrogância e soberba, preservando a sua autoestima e contribuindo para o sucesso dos liderados e das organizações.

 Armérnio Rego


quinta-feira, 12 de dezembro de 2019

O Bairro das Cruzes - Susana Amaro Velho

«Esta não é uma história de amor. Não uma história de amor convencional, por assim dizer. Não tem um casal que se apaixona e tem filhos. Que troca juras de amor até que se unam na sepultura partilhada, com dizeres e fotografias a sépia. Esta não é, de todo, uma história desse tipo de amor, mas realça o elo indelével entre uma criança, a sua origem e os seus laços familiares.»

O Bairro das Cruzes conta a história da Luísa. E da Rosa. Conta a história das cruzes que carregamos desde a infância e que condicionam escolhas futuras. Caminhos que se seguem e outros que se evitam. O Bairro das Cruzes atravessa o tempo. O espaço. Mistura comunistas e PIDE e sobrevive às cheias de Lisboa. Carrega um fardo pesado e agarra à terra quem lá nasceu. Quem de lá quis sair, mas regressou. Porque o sangue pode pesar tanto quanto a pedra. E pode ser mais pesado que uma cruz.

 O bairro das cruzes


quarta-feira, 11 de dezembro de 2019

A Incrível Fuga do Meu Avô - David Walliams

Há muitos, muitos anos, o avô Bandeira foi um ás dos céus e herói de guerra. Mas quando começa a confundir a idade que tem e o tempo em que vive, é enviado para um lar.

A única pessoa capaz de o compreender é Jack, o neto. Juntos, embarcarão na maior aventura das suas vidas e planearão a mais ousada das fugas!

 David Walliams


terça-feira, 10 de dezembro de 2019

Irmãos Sem Ciúmes - Adele Faber e Elaine Mazlish

Depois do bestseller mundial Como Falar para as Crianças Ouvirem e Ouvir Para as Crianças Falarem, Adele Faber e Elaine Mazlish voltam-se para os conflitos entre irmãos. Ter mais do que um filho não tem de custar o preço de uma guerra aberta dentro de casa.
Com base nas experiências familiares e nas centenas de workshops que organizaram, as autoras desenvolveram ferramentas simples mas surpreendentemente eficazes para reduzir os conflitos e incentivar a cooperação entre irmãos. Com diálogos expressivos e deliciosas tiras de banda desenhada de apoio, mostram: como ajudar as crianças a exprimirem os seus sentimentos sem se magoarem; como tratar as crianças de forma diferente mas justa; como promover a cooperação em vez da competição; como ajudar o bully e a vítima; como diminuir as disputas e motivar os irmãos conflituosos para que trabalhem nas suas próprias soluções.
Irmãos Sem Ciúmes oferece dicas inovadoras sobre a relação entre irmãos e mostra como podemos incorporar essas ideias no nosso dia-a-dia.

 Irmãos sem ciúmes


segunda-feira, 9 de dezembro de 2019

O Papagaio de Flaubert - Julian Barnes


Um romance magistral sobre literatura, talento, comboios, compotas de groselha, ursos, vestidos de mulher, George Sand, política, século xix, absurdo, morte, solidão, escritores, crítica literária - e beleza.

O inglês Geoffrey Braithwaite - médico reformado e viúvo - atravessa o canal da Mancha e dirige-se a Rouen, a terra natal de Gustave Flaubert. A intenção é ver o papagaio embalsamado que serviu de modelo a Flaubert durante a escrita de um dos seus livros.

Mas o que é apenas uma viagem transforma-se, lentamente, numa lição maravilhosa e genial sobre o autor de Madame Bovary - o seu talento indiscutível, mas também os seus defeitos, manias, tiques insuportáveis, vaidades e medos -, sobre literatura, sobre o amor (entre Braithwaite e a mulher Helen, que morreu recentemente; entre Flaubert e Louise Colet), sobre o que falha e o que não tem sentido na vida, sobre os segredos que a rodeiam e lhe dão sentido.
Tudo para concluir que a vida verdadeira é a vida que vem nos livros. Porque é a única que se pode interrogar.


 O papagaio de Flaubert


domingo, 8 de dezembro de 2019

As Ideias Políticas e Sociais de Jesus Cristo - Diogo Freitas do Amaral

Neste breve mas claríssimo ensaio, o autor, católico praticante de uma vida, Professor de Direito e autor de manuais sobre pensamento político do Ocidente, analisa as mensagens políticas e sociais de Jesus Cristo apresentadas nos quatro evangelhos que formam o Novo Testamento, no seu contexto histórico, e reflete sobre a sua continuada pertinência nos nossos dias.

«Não tenho credenciais para escrever sobre problemas teológicos, exegéticos ou hermenêuticos. Mas, tendo redigido, ao longo de vários anos de estudo e reflexão, uma História do Pensamento Político Ocidental, gostaria de aplicar os métodos que utilizei nesse trabalho ao estudo e comentário das ideias políticas, económicas e sociais de Jesus Cristo. (…) Penso que este breve opúsculo poderá ter uma dupla utilidade: para os cristãos, chamar de novo a sua atenção para o facto de que, como Jesus avisou, "nem todo aquele que diz ‘Senhor, Senhor’ entrará no reino do céu. Só aí entrará quem ouve [as] minhas palavras e as põe em prática" (Mateus 7, 21 e 24); para os não cristãos, para os que seguem outras religiões e para os não crentes, sublinhar que Jesus Cristo não tinha a intenção de pregar aos convertidos, mas sim aos que se sentiam perdidos ou incompletos na sua vida (…). Mesmo que não acreditem na divindade de Jesus, sei que há muitos agnósticos e ateus que reconhecem como excecionalmente boas as suas ideias políticas e, sobretudo, as sociais e que em larga medida as seguem.» (da Introdução)

 Jesus Cristo


sábado, 7 de dezembro de 2019

O Abismo de Fogo - Mark Molesky

No Dia de Todos os Santos, em 1755, um sismo abalou a terra, desde o fundo do oceano Atlântico até às costas ibérica e africana. No caminho estava Lisboa, então uma das cidades mais ricas do mundo e capital de um vasto império. Em minutos, parte da cidade transformou-se em ruínas.

Mas isto foi apenas o começo. Meia hora depois, um maremoto originado pelo terramoto atingiu o litoral português, provocando uma enchente no rio Tejo, arrastando milhares de pessoas para o mar. No final do dia, ondas gigantes haviam feito vítimas em quatro continentes.

Completando a destruição, uma tempestade de fogo engoliu quase tudo o que restava da cidade, atingindo os sobreviventes com temperaturas que excederam os 1000ºC. As chamas prolongaram-se por várias semanas.

Tendo por base novas fontes, as últimas descobertas científicas e um profundo conhecimento da história da Europa, Mark Molesky dá-nos um relato do Grande Desastre de Lisboa e do seu impacto no Ocidente, em que se inclui a descrição do primeiro movimento de ajuda humanitária mundial, do aparecimento de uma ditadura em Portugal (que, apesar de tudo, serviu para modernizar o país) e do efeito da catástrofe no Iluminismo europeu.

Muito mais do que uma crónica sobre destruição, O Abismo de Fogo é um emocionante drama humano onde surgem personagens inesquecíveis, como o marquês de Pombal, que encontra no caos o caminho para o poder, ou Gabriel Malagrida, o carismático jesuíta que acabou por ser morto devido à sua interpretação do terramoto como castigo divino. «As batalhas perenes da humanidade entre a fé e a razão sempre foram postas à prova nos momentos de calamidade. O terramoto de 1755 foi o primeiro e mais dramático desses momentos na era moderna, e aguardava pacientemente o seu historiador. Tem finalmente, em Mark Molesky, o seu brilhante analista.»

 O abismo de fogo


sexta-feira, 6 de dezembro de 2019

Leopardo Negro, Lobo Vermelho - Marlon James

Mito, fantasia e história misturam-se nesta história de um mercenário em busca de uma criança desaparecida. O Batedor tornou-se famoso pelas suas habilidades de caçador. Contratado para encontrar um rapaz desaparecido, quebra a regra de caçar sozinho quando se apercebe de que o melhor modo de encontrar o rapaz é juntar-se a um grupo: uma mistura de personagens incomuns, repletas de segredos, e em que se inclui Leopardo, um homem-animal que tem a capacidade de se metamorfosear entre ambos.

À medida que o Batedor segue o cheiro do rapaz, o grupo depara-se com inúmeras criaturas que pretendem matá-los. E, enquanto luta pela sobrevivência, começa a questionar-se: quem será esse rapaz? Porque está desaparecido há tanto tempo e porque tantas pessoas tentam que não seja encontrado? E talvez mais importante: quem está a mentir e quem diz a verdade?

Inspirando-se na história e mitologia africanas e na sua imaginação, Marlon James escreveu uma aventura envolvente, de personagens inesquecíveis que nos fazem questionar os limites da verdade, do poder e do excesso de ambição.

 Marlon James


quinta-feira, 5 de dezembro de 2019

O Porquê dos Outros - Carla Marques dos Ramos


Carla Marques dos Ramos escreveu este livro a pensar em nós e com o intuito de nos trazer um maior conforto ao nosso dia-a-dia. Ensina-nos várias técnicas que ilustram, de uma forma mais clara, as nossas vivências e a forma como lidamos com elas.

Perita em Psicologia, Hipnoterapia e na área Comportamental e de Desenvolvimento Pessoal, transmite-nos muitas das estratégias que ensina ao nível profissional.
Esta obra irá transformar a nossa vida, iluminando o caminho que temos de percorrer com as várias pedras da vida.
Com palavras delicadas e claras, transmite-nos uma nova versão do mundo e dos nossos comportamentos, abordando questões que residem dentro de nós e que nos fazem recuar e perder a esperança.

O Porquê dos Outros tem as respostas que tanto precisa ao longo desta grande jornada chamada vida, e o poder de o ajudar a lidar consigo e com os outros de uma forma mais feliz e gratificante.
O livro funciona como guia para trabalharmos as nossas emoções e alcançarmos o sucesso pessoal e profissional.


 Carla Marques dos Ramos


quarta-feira, 4 de dezembro de 2019

Não Pai - Daniel Blaufuks

O desabafo de um filho em busca de um pai, ou quando as palavras têm de valer mais do que uma imagem de ausência - mesmo para um dos mais conceituados artistas visuais portugueses.
As fotografias captam uma presença, fixam uma imagem. Daniel Blaufuks sabe isso como poucos. Mas este livro é sobre uma ausência - a do seu pai, que se foi esfumando em vida desde que Daniel tinha dois anos -, e é uma investigação emocional feita sobretudo com palavras, e através da partilha crua e honesta de um longo processo de perda.

Não Pai parte do momento em que chega uma carta da viúva do pai a comunicar a sua morte mais de um mês depois de esta ter acontecido, para depois percorrer um caminho de memórias confusas, enormes vazios e gestão de despojos - sejam os isqueiros de uma lista de herança rejeitada ou a angústia de uma fotografia que nunca se vai poder tirar.

 Não Pai


terça-feira, 3 de dezembro de 2019

O Pastor de Ventos - António Cabrita

“— Então ouve: conta-se que quando se nasce nos é atribuído um vento, um vento de que a pessoa deve cuidar. Como hoje se tornou hábito deixar os ventos à solta dá esta confusão… Bom, um vento não é um pé de buganvília para estar amarrado e todos os dias tem de andar um bocadinho à solta, só assim é que nos traz os aromas distantes, o canto de um pássaro, uma música ou o beijo de um desconhecido… Todos os dias tem de soltar-se. Muito diferente é abandoná-lo, aí torna-se selvagem."

 António Cabrita


segunda-feira, 2 de dezembro de 2019

Sinais de Vida - Joana Pontes

A GUERRA COLONIAL ATRAVÉS DA CORRESPONDÊNCIA DE PESSOAS COMO NÓS
16 arquivos / 4400 cartas e aerogramas / 11 300 páginas enviadas

Em 13 anos de Guerra Colonial, de Angola para Portugal, de Portugal para Cabo Verde ou Moçambique, entre namorados, pais e filhos, amigos-irmãos e irmãos-irmãos, circularam milhares de cartas - a expedição média de correio entre as colónias e a metrópole atingiu o impensável número de dez toneladas por dia.

São arquivos pessoais valiosos, que emprestam perspectivas e sensibilidades íntimas a um conflito de carácter global, e que se têm vindo a perder. É essa perspectiva que este livro recupera, partilhando testemunhos e histórias privadas que são, apesar disso, reconhecíveis por milhares de pessoas, e que constituem um posto privilegiado de observação sobre uma era marcante da história portuguesa.

 Sinais de Vida


domingo, 1 de dezembro de 2019

Benfica - 365 Dias de Glória - Rui Miguel Tovar

O Benfica é o maior clube português e as grandes conquistas têm data e hora marcada, do primeiro até ao último dia do ano, com exceção do Natal. Há goleadas inesperadas e vitórias magras. Há os heróis do costume e os improváveis. Há de tudo, até a nível particular e pouco falado.

Este livro explica como é fácil e difícil, ao mesmo tempo, escolher o jogo ideal para cada um dos dias do ano. Um exemplo flagrante é 14 Maio o hat trick de João Vieira Pinto em Alvalade 1994 ou o cabeceamento de Luisão na Luz 2005.

A história por trás de cada vitória das águias ao longo dos anos, dia a dia. Uma viagem por 115 anos de história do clube, repleta de momentos de glória, resultados expressivos e figuras inesquecíveis.

 Benfica


SUGESTÃO

Inferno de Dan Brown

O Ladrão de Tatuagens - Alison Belsham

Um corpo encontrado em Brighton, dentro de um contentor, é uma má notícia. Mas é também uma oportunidade única para um polícia ambicioso, r...