quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

Carlucci vs Kissinger - Os EUA e a Revolução Portuguesa - Bernardino Gomes e Tiago Moreira de Sá


Este livro surgiu no contexto de um projecto de investigação sobre as relações entre Portugal e os Estados Unidos no período da transição para a democracia no nosso país, proposto pelo Instituto Português de Relações Internacionais e pela Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento.

O presente estudo é sobre a visão e a acção política dos Estados Unidos em Portugal durante a transição democrática, não devendo ser entendido como uma história da revolução portuguesa. Isto é, o seu objectivo consiste em avaliar o impacte da actuação norte-americana no resultado final da passagem do regime autoritário para a democracia em Portugal.

Para esse efeito, desenvolveu-se durante quatro anos um extenso trabalho de investigação nos EUA e em Portugal, privilegiando-se a consulta de fontes primárias, muito em especial as fontes de arquivo norte-americanas e portuguesas, constituindo muitas delas documentos inéditos.

 Carlucci e Kissinger


terça-feira, 30 de janeiro de 2018

O Mistério Colombo Revelado - Eric J. Steele e Manuel da Silva Rosa

Finalmente um trabalho de investigação histórica amplamente documentado que desmonta o embuste criado pela historiografia oficial e que oferece abundantes pistas para a descoberta do grande mistério que rodeia o «descobridor da América».
Manuel da Silva Rosa e Eric James Steele transportam-nos até aos bastidores do período dos Descobrimentos num texto que se lê sofregamente página a página e está recheado de surpresas.
Colombo não era Genovês, mas sim um Espião Português ao serviço de D. João II?
Vejamos o que pensa José Rodrigues dos Santos:
«Este livro de Manuel Rosa e Eric Steele vem confirmar que, qualquer que seja o seu verdadeiro nome, é a origem nobre portuguesa que melhor explica as enigmáticas contradições em torno da vida de Colon.»

 Cristovão Colombbo




segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

A Nova Dieta dos 31 Dias - Ágata Roquette


«Em 2012, publiquei o livro A Dieta dos 31 Dias. Passados 5 anos, muita coisa foi alterada no mundo da nutrição e seria impossível que a minha dieta não mudasse também. Claro que a base da mesma se mantém: o pão ao pequeno-almoço, o dia da asneira uma vez por semana, durante o qual pode comer aquilo que desejar, a perda de 3 a 5 quilos, se for mulher, e 5 a 8, se for homem, a proibição dos hidratos de carbono durante 31 dias. Tudo isto sem passar fome, claro. 

Ao longo destes 5 anos, fui fazendo ajustes que me permitiram afinar a DIETA DOS 31 DIAS e perceber o que podia alterar para tornar a dieta ainda mais equilibrada, saudável e eficaz. A introdução de alimentos novos como quinoa, óleo de coco, sementes de chia ou tapioca, a retirada de outros que percebi não serem os mais indicados, permissão para comer, desde o início da dieta, uma peça de fruta e uma dose de frutos secos por dia, o que ajuda a acalmar a ansiedade, são algumas das alterações que introduzi. 

Para tornar a sua dieta ainda mais fácil, apresento também dicas, menus semanais e mais de 50 novas receitas para que consiga perder peso sem grandes sacrifícios, sem passar fome e com resultados visíveis.»

 Nova dieta dos 31 dias




domingo, 28 de janeiro de 2018

O Capital - MARX


O Capital (Das Kapital) é um conjunto de livros (sendo o primeiro de 1867) de Karl Marx que constituem uma análise do capitalismo (crítica da economia política). Muitos consideram esta obra o marco do pensamento socialista marxista. Nela existem muitos conceitos económicos complexos, como mais-valia, capital constante e capital variável, uma análise sobre o salário ou sobre a acumulação primitiva. Estes são alguns dos aspectos do modo de produção capitalista, incluindo também uma crítica sobre a teoria do valor-trabalho de Adam Smith e de outros assuntos dos economistas clássicos. Esta é uma edição abreviada.

 Karl Marx


sábado, 27 de janeiro de 2018

Alta Definição - Daniel Oliveira


Aqui estão reunidos, pela primeira vez, momentos e testemunhos intimistas de algumas das personalidades mais conhecidas do público português. São 20 figuras, criteriosamente seleccionadas, que se apresentam sem maquilhagem e se «despem» como se ninguém estivesse a ver, revelando a sua essência como nunca antes tinham feito. Com textos inéditos de Daniel Oliveira, este é um livro de emoções verdadeiras. Da primeira à última página.

 O que dizem os teus olhos


Winston Churchill - Martin Gilbert

Winston Churchill - Uma Vida

Foi um dos mais admirados homens políticos do século XX. Mas não era um político de convergências, era antes um radical. Controverso e sem papas na língua, suscitava tanto a admiração como o ódio. Os de esquerda criticavam-lhe a sua tomada de posição contra a revolução soviética, ou a oposição à independência da Índia, enquanto os de direita criticavam o seu antinazismo desde a primeira hora, ou, mais tarde, o apoio a Estaline e a Tito. Mas o seu papel na segunda Grande Guerra foi fundamental, como afirmou De Gaulle: "Winston Churchill impôs-se do princípio ao fim do drama, como o grande campeão de um grande empreendimento e o grande artista de uma grande História." Mas o seu papel político doméstico também foi fundamental. O seu nome está associado a grandes reformas: Serviço Nacional de Saúde, seguros de desemprego, reforma das prisões, pensão para viúvas e órfãos, participação dos empregados nos lucros das empresas, etc. Martin Gilbert, autor desta biografia (a mais aclamada de Churchill), define-o, por isso, assim: "Um verdadeiro crente na necessidade de o Estado tomar parte ativa, tanto por meio da legislação como financeiramente, na garantia de padrões mínimos de vida, trabalho e bem estar social para todos os cidadãos.".

 WINSTON CHURCHIL


sexta-feira, 26 de janeiro de 2018

Marcelo Rebelo de Sousa - Vitor Matos

Marcelo Rebelo de Sousa define-se como um professor universitário, realizado em pleno com a vida académica, que chegou a catedrático de Direito como ambicionava desde adolescente. Mas, o Professor Marcelo, como é conhecido por todos os portugueses, é muito mais do que isso. Figura presente na política nacional dos últimos 40 anos, a sua passagem real pelos cargos políticos nunca se fez de glória. Foi líder do PSD durante 1091 dias mas, nunca chegou a primeiro-ministro. Hoje, não exerce cargos políticos, não lidera, mas tem mais poder que muitos ministros e deputados da nação. Ele condiciona, influencia e manobra, tem poder efetivo e gosta de o exercer. Tudo porque há 12 anos invade a casa dos portugueses com o seu comentário televisivo - conspiração e manipulação acusam os adversários - de onde salta, com facilidade surpreendente, leveza para os críticos, da política ou da economia para temas como o futebol. Marcelo é um «entertainer». Numa viagem ao longo de 64 anos, o autor conta-nos a história da família, da sua infância, desde que Marcello Caetano conduziu a sua mãe à maternidade. Marcelo viajou pelo país salazarista com o pai Baltazar, subsecretário de Estado, governador-geral de Moçambique e futuro ministro. Esteve na fundação do Expresso com Francisco Pinto Balsemão. Foi um dos primeiros militantes do PPD. Hoje tem o número três no cartão do partido. Mas esta obra original traz-nos também a visão do homem profundamente católico, divertido e excêntrico, que alimenta a pequena intriga e a grande conspiração, sobre o qual se construíram algumas lendas, algumas delas verdadeiras como a que dorme o mínimo, faz diretas a corrigir exames, dita dois textos em simultâneo, ou que escreve com as duas mãos ao mesmo tempo... A sua mãe, Maria das Neves, com quem tinha uma relação profunda, criou-o para altos desígnios. Em Janeiro de 2016 há eleições presidenciais, Marcelo Rebelo de Sousa, um racionalista puro, calculista e com aversão ao risco espera um sinal da Providência divina para se decidir a avançar…

 Marcelo Rebelo de Sousa




quinta-feira, 25 de janeiro de 2018

Histórias de Adormecer para Raparigas Rebeldes - Elena Favilli


Com estas Histórias de adormecer para raparigas rebeldes, as raparigas mais apaixonadas, independentes e decididas poderão adormecer embaladas pelas histórias de vida inspiradoras de 100 mulheres que mudaram o mundo. Com a sua inteligência e determinação, estas mulheres extraordinárias ficaram na história da Humanidade por terem tido a audácia de sonharem com um mundo onde o género não define fronteiras e onde ser mulher é ter uma voz e a força necessária para a erguer.

Do talento de Frida Kahlo à liderança de Cleópatra, passando pelo activismo de Malala e pelo génio visionário de Ada Lovelace, estas são as vidas que entusiasmam raparigas no mundo inteiro e nos reforçam a esperança num mundo mais justo, igualitário e belo.

 Histórias de adormecer para raparigas rebeldes


quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

A Desobediência Civil e Outros Ensaios - Henry David Thoreau


Este livro é representativo do pensamento de Thoreau, e inclui cinco dos seus ensaios mais lidos e citados. “A Desobediência Civil”, o seu ensaio político mais influente, enaltece a lei da consciência em relação à lei civil. “A Vida sem Princípios” apresenta a essência da filosofia do autor sobre independência e individualismo. “A Escravatura no Massachusetts” é um duro ataque à indiferença do governo perante a escravatura.“Caminhar” celebra os prazeres desta actividade, advogando a conservação dos locais selvagens da Terra. “Em Defesa do Capitão John Brown” é um expressivo compromisso do abolicionismo radical. 

 A desobediência civil e outros ensaios


terça-feira, 23 de janeiro de 2018

Colesterol - Mitos e Realidade - Manuel Pinto Coelho


Existe hoje em dia uma grande confusão no entendimento do que é o Colesterol e de quais as suas reais consequências para a nossa saúde. 
Na verdade, tomamos frequentemente conhecimento, com origem na própria classe médica, de juízos de valor tão díspares quanto contraditórios sobre este assunto. 
Baseado nos estudos científicos mais recentes e credíveis, Manuel Pinto Coelho explica de forma simples e clara tudo o que precisamos saber sobre o Colesterol.

 COLESTEROL - Mitos e Realidade




segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

Da Revolução de Abril à Contra-Revolução Neoliberal - António Avelãs Nunes


O caminho que estes textos percorrem demorou quarenta anos a caminhar. 
Ao lê-los agora de novo, tendo como pano de fundo a História destes tempos contada pelos jornais e pelas televisões dominantes.
O novo livro do professor António Avelãs Nunes é uma antologia de artigos dispersos e que mostram que a História "está na luta dos homens"

 Da Revolução de Abril à Contra-Revolução Neoliberal


domingo, 21 de janeiro de 2018

Descomplica - Sofia de Castro Fernandes



#descomplicar
É o verbo-luz. O que tem vários atalhos num caminho onde aprendes a desatar nós. É a ponta do novelo e o lugar onde todos podemos começar a viver melhor e a ser mais felizes.

Este é um dos 11 verbos que te vão permitir transformar a tua vida. Neste livro, escrito com o coração, vais encontrar textos de inspiração, motivação, reflexão, e um mapa com vários pontos cardeais que funcionam como um guia que ajuda a encontrar o caminho e acompanha quem o vai ler, a cada passo do percurso. Com exercícios, meditações, perguntas, este livro vai ajudar-te a traçar um novo caminho, a arriscar um novo início e a desligar o complicómetro. Porque nas coisas, nos dias, nas pessoas e nas voltas da vida, descomplica. 

Desejo que quando abrires os braços para o novo ciclo que hoje começa, tenhas sempre presente a bússola maior que vive em ti: a do teu coração. Muita força, muito foco e muita fé.

 Descomplica


sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

Todos os Dias são para Sempre - Raul Minh'alma


A vida, em algum momento, vai tentar convencer-te de que não vale a pena acreditar, amar, tentar, lutar e confiar. E nesse momento vais ter de te convencer que enquanto se acreditar valerá sempre a pena amar, tentar, lutar e confiar.»

«Dizem que as duas palavras mais difíceis de dizer são desculpa e obrigado, mas há uma outra concorrente de peso, já-chega. Já-chega de lutar, já-chega de insistir, já-chega de tentar. Para se dizer desculpa e obrigado são necessárias uma bondade e humildade enormes, mas para se dizer já-chega é necessária uma coragem do tamanho do mundo.»

«Não deixes nunca de viver o que quer que seja só porque sabes que vai acabar. Tudo é para ser vivido, mesmo aquilo que sabemos que vai acabar em breve. Principalmente isso. Pois tudo nos ensina, tudo nos faz crescer, tudo nos acrescenta, nem que seja experiência. E se mais nada podemos levar, pelo menos o ensinamento ninguém nos tira. Por isso vive. Tudo. Até ao fim.»

Se há livro capaz de te fazer acreditar mais em ti, no futuro e no amor, é este. Pois além de saber muito bem quem és, sabe ainda quem queres e podes ser. Não te vai dizer apenas aquilo que gostas, mas também aquilo que precisas de ouvir. É um livro que quer ser como um amigo para ti. Dar-te a mão quando te desequilibrares, levantar-te quando caíres e limpar-te as lágrimas quando chorares.

Depois do sucesso de Larga Quem Não Te Agarra, Raul Minh’Alma garante-nos que não importa se os dias são bons ou maus, todos eles contam, todos eles importam. Porque um para sempre é feito todos os dias. E todos os dias são para sempre.



O Homem que Mordeu o Cão - Clássicos - Nuno Markl


O Homem que Mordeu o Cão - Os Clássicos é uma compilação das melhores histórias alguma vez publicadas em livro e de alguns textos inéditos.

O primeiro livro do Homem que Mordeu o Cão já vendeu 160 mil exemplares.

A rubrica está no ar desde 1997 e tem uma legião de fãs incondicional e muito atenta.



quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

Trump - Donald J. Trump e Meredith McIver


Gigante do ramo imobiliário, autor de best sellers e empresário de televisão e polémico candidato a Casa Branca Donald Trump revela os segredos do seu sucesso neste livro simples e sem precedentes sobre o mundo dos negócios. 
Trump ensina-nos como enriquecer. 

Como:
- Investir com sabedoria
- Impressionar o patrão e conseguir um aumento
- Gerir um negócio de forma eficaz
- Contratar, motivar e despedir funcionários
- Negociar qualquer coisa
- Manter a qualidade da marca
- Pensar bem e viver em grande



quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

O Terrível - A Grande Biografia de Afonso de Albuquerque - José Manuel Garcia

O governador que dominou o Índico

Afonso de Albuquerque, que se tornou célebre pela sua coragem, tenacidade e audácia, é uma das figuras cimeiras dos Descobrimentos portugueses. Também conhecido por O Terrível, conquistou e dominou pontos-chave no oceano Índico através de uma estratégia ambiciosa e de um arrojado conjunto de ações que ampliaram o quadro em que os portugueses se movimentaram no Oriente durante os séculos XVI e XVII, assegurando assim um vasto controlo do comércio de produtos asiáticos, desde o Golfo Pérsico à China. 

Mas há muito mais para saber sobre esta figura fascinante da História Universal, que contribuiu para a estruturação de uma importante entidade imperial portuguesa no Oriente - o Estado da Índia. Quem era na realidade Afonso de Albuquerque? Deixou descendência? E quem era Ximena, a "minha moça Ximena", nas palavras do governador? Como se processaram as campanhas militares que permitiram a conquista do Índico e cuja chefia revela estarmos perante um homem invulgar que, com forças limitadas e muitas vezes em inferioridade numérica, conseguiu em ambientes hostis vencer o inimigo, graças a uma boa utilização da sua superioridade tecnológica e estratégica?

Nesta biografia inovadora e amplamente documentada e ilustrada, o historiador José Manuel Garcia ajuda-nos a conhecer a fundo o percurso de vida e a personalidade de Afonso de Albuquerque, dando voz ao próprio e aos cronistas do seu tempo, para que possamos ouvir o governador do Estado da Índia passados mais de quinhentos anos após a sua morte.



terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Fire and Fury - Michael Wolff


The first nine months of Donald Trump's term were stormy, outrageous - and absolutely mesmerising. Now, thanks to his deep access to the West Wing, bestselling author Michael Wolff tells the riveting story of how Trump launched a tenure as volatile and fiery as the man himself.In this explosive book, Wolff provides a wealth of new details about the chaos in the Oval Office. 
Among the revelations:
- What President Trump's staff really thinks of him
- What inspired Trump to claim he was wire-tapped by President Obama 
- Why FBI director James Comey was really fired
- Why chief strategist Steve Bannon and Trump's son-in-law Jared Kushner couldn't be in the same room 
- Who is really directing the Trump administration's strategy in the wake of Bannon's firing
- What the secret to communicating with Trump is
- What the Trump administration has in common with the movie The ProducersNever before has a presidency so divided the American people.

Brilliantly reported and astoundingly fresh, Michael Wolff's Fire and Fury shows us how and why Donald Trump has become the king of discord and disunion.



segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

Salvador Sobral - Maria Milene Tavares


Um conto de fadas da vida real! Nada menos do que isso. A vitória de Salvador Sobral no festival da Eurovisão, em Kiev, foi uma vitória à revelia de tudo aquilo em que o evento se transformou nos últimos anos. Como nos contos de fadas em que só um rapaz de coração puro pode obter o tesouro ou salvar a princesa, aqui também foi a autenticidade a sobrepor-se às aparências. Sem truques ou correrias, sem espalhafato ou macacadas, Salvador chegou só com a força de uma melodia lindíssima e o poder de uma interpretação sentida. Foi o suficiente para toda a Europa (e o mundo) se render ao novo herói dos portugueses.


Salvador nunca se coibiu de dizer tudo o que pensa. Num estilo descontraído e desconcertante, surpreendeu tudo e todos. Com a sua personalidade genuína, a sua crença de que o que importa é a música e não o embrulho, expôs a superficialidade do mundo de estrelas instantâneas que desaparecem numa questão de meses. Salvador Sobral é um músico a sério que leva a música a sério. A vitória ocorreu num dia especial para os crentes católicos, o 13 de maio, mas Salvador não precisou de um milagre. Um milagre, e uma grande injustiça, teria sido se ele não ganhasse. Só que desta vez, no final, as lágrimas portuguesas foram todas de alegria. As lágrimas de um povo que, devagar, está a aprender a amar-se a si mesmo. Como escreveu Miguel Esteves Cardoso: «Viva Salvador Sobral! Que nunca mais pare quieto.» 

«Ele é bom de mais.»
Caetano Veloso

Quando somos muito bons, somos os melhores dos melhores. Parabéns ao Salvador Sobral.
Marcelo Rebelo de Sousa

"Salvador, qué buen nombre tienes." Tem barba e não é mulher barbuda. Sobe para o palco e canta para o microfone sem flics-flacs de costas para nos distrair nem mise en scène de arquitetos de interiores par nos impressionar. Simplesmente canta.
Ferreira Fernandes

«Os irmãos Sobral, Salvador e Luísa, conseguiram que uma doce balada de amor não correspondido, longe de formatos, modas e estudos de mercado, seja o triunfo mais punk do momento. Obrigado a eles por isso, e parabéns.»
Nuno Markl

«O Salvador Sobral é oficialmente o gajo mais talentoso mas sobretudo o menos esquisito da Eurovisão.»
António Raminhos

«O Salvador Sobral tem talento de sobra, carisma, e uma personalidade mais do que bem definida. Para seu grande azar, acresce ainda o facto de parecer ser um tipo culto e com bom gosto.»
Bruno Nogueira

«O Salvador Sobral é fantástico.»
José Cid



domingo, 14 de janeiro de 2018

HARUKI MURAKAMI

Haruki Murakami, o génio do eterno candidato ao Nobel da Literatura

Haruki Murakami, de quem a Casa das Letras editou Kafka à Beira-Mar (com mais de 15 mil exemplares vendidos) e Sputnik, Meu Amor, é um dos escritores japoneses contemporâneos mais divulgados em todo o mundo sendo, simultaneamente, aplaudido pela crítica, que o considera um dos «grandes romancistas vivos» (The Guardian) e a «mais peculiar e sedutora voz da moderna ficção» (Los Angeles Times). 

Nasceu em Quioto, em 1949. Estudou teatro grego antes de gerir um bar de jazz em Tóquio, entre 1974 e 1981. Além de Sputnik, Meu Amor, Kafka à Beira-Mar, Dance, Dance, Dance e A Wild Sheep Chase, que recebeu o Prémio Noma destinado a novos escritores (a editar brevemente pela Casa das Letras), Murakami é ainda autor, entre outros, de Hard-boiled Wonderland and the End of the World (distinguido com o prestigiado Prémio Tanizaki) e, mais recentemente, de Blind Willow, Sleeping Woman, a sua terceira colectânea de contos, distinguida com o Frank O'Connor International Short Story Award.




sábado, 13 de janeiro de 2018

Ramalho Eanes: O Último General - Isabel Tavares


Sem pretensões, baseia-se em dezenas de entrevistas para contar os desafios que António Ramalho Eanes, o primeiro presidente da República português eleito democraticamente, enfrentou ao mesmo tempo que foi construindo a sua personalidade e descobrindo a sua vocação.

É o retrato de um homem que em miúdo quis ser médico, padre ou militar. Que esteve na Guerra do Ultramar, que matou e viu morrer. Que foi presidente da República dez anos. Que puxa os punhos da camisa e endireita a lapela do casaco quando está nervoso. Que tem um grande sentido de humor. Que deixou criar um partido à sua imagem. Que se doutorou aos 71 anos. Que aos 82 anos continua a sonhar com o futuro.»




sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

MAR SALGADO


Ó mar salgado, quanto do teu sal
São lágrimas de Portugal!
Por te cruzarmos, quantas mães choraram,
Quantos filhos em vão rezaram!
Quantas noivas ficaram por casar
Para que fosses nosso, ó mar!

Valeu a pena? Tudo vale a pena
Se a alma não é pequena.
Quem quer passar além do Bojador
Tem que passar além da dor.
Deus ao mar o perigo e o abismo deu,
Mas nele é que espelhou o céu.

Fernando Pessoa Pessoa, F. Mensagem. Poema X Mar Português. Edições Ática: Lisboa. 1959.

O Último Cabalista de Lisboa - Richard Zimler


Em abril de 1506, durante as celebrações da Páscoa, cerca de dois mil cristãos-novos foram mortos num pogrom em Lisboa e os seus corpos queimados no Rossio. Reinava então D. Manuel, o Venturoso, e os frades incitavam o povo à matança, acusando os cristãos-novos de serem a causa da fome e da peste que flagelavam a cidade.



Berequias, sobrinho e discípulo de Abraão Zarco - iluminador e membro respeitado da célebre escola cabalística de Lisboa -, vai encontrar o tio e uma jovem desconhecida mortos na cave que servia de templo secreto desde que a sinagoga fora encerrada pelos cristãos-velhos. Um valioso manuscrito iluminado também desapareceu do seu esconderijo. Estarão os dois incidentes relacionados? Terá sido um cristão ou um judeu, como os indícios fazem crer, a assassinar o tio? Quem será a rapariga morta?

Publicado originalmente em Portugal, O Último Cabalista de Lisboa é um extraordinário romance histórico, que catapultou o seu autor para um sucesso internacional, tendo sido publicado em toda a Europa, nos Estados Unidos e Brasil, onde depressa se tornou um bestseller.



terça-feira, 9 de janeiro de 2018

O Homem de Giz - C. J. Tudor




Toda a gente tem segredos...

Tudo aconteceu há trinta anos, e Eddie convenceu-se de que o passado tinha ficado para trás. Até ao dia em que recebeu uma carta que continha apenas duas coisas: um pedaço de giz e o desenho de uma figura em traços rígidos. À medida que a história se vai repetindo, Eddie vai percebendo que o jogo nunca terminou.

Um mistério em torno de um jogo de infância que enveredou por um caminho perigoso.

Um livro diferente dentro do género thriller, uma vez que combina o psicológico com um toque de Stephen King e umas pinceladas de Irvine Welsh.



segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

A Arte Subtil de Saber Dizer Que Se F*da - Mark Manson




Uma abordagem que nos desafia os instintos e nos força a questionar tudo o que sabemos sobre a vida

Durante décadas convenceram-nos de que o pensamento positivo era a chave para uma vida rica e feliz. Mas esses dias chegaram ao fim. Que se f*da o pensamento positivo! Mark Manson acredita que a sociedade está contaminada por grandes doses de treta e de expectativas ilusórias em relação a nós próprios e ao mundo.

Recorrendo a um estilo brutalmente honesto, Manson mostra-nos que o caminho para melhorar a nossa vida requer aprender a lidar com a adversidade. Aconselha-nos a conhecer os nossos limites e a aceitá-los, pois no momento em que reconhecemos os nossos receios, falhas e incertezas, podemos começar a enfrentar as verdades dolorosas e a focar-nos no que realmente importa.

Recheado de humor e experiências de vida, A Arte Subtil De Saber Dizer Que Se F*da é o soco no estômago que as novas gerações precisam para não se perderem num mundo cada vez mais fútil.



domingo, 7 de janeiro de 2018

O Fruto Proibido - Jodi Ellen Malpas

O que fazer quando não conseguimos controlar os nossos sentimentos por alguém?

Quando sabemos que não devemos ir por aí? Nem na nossa cabeça?

Annie nunca tinha sentido com nenhum homem essa espécie de química instantânea que nos corta a respiração e ofusca. Até que, numa noite de festa com os amigos, a põe cara a cara com o sexy e misterioso Jack.

Não é uma simples faísca que salta entre os dois. É uma explosão. Jack promete dominar Annie, e cumpre a promessa. Perturbada pela intensidade do encontro, Annie foge do quarto de hotel onde passaram a noite juntos. Tem a certeza de que um homem que teve um tão forte impacto nela e a vergou tão facilmente à sua vontade só pode ser perigoso. Mas já está demasiado envolvida.

E Jack não é só perigoso. É proibido.



sábado, 6 de janeiro de 2018

De Corpo e Alma - Erica Fontes

De corpo e alma

Dos filmes à vida real

As confissões da estrela portuguesa de filmes para adultos que conquistou o mundo

Erica Fontes tinha feito 18 anos há pouco. Estava num café na Caparica, acompanhada do namorado, quando leu num jornal um artigo sobre uma produtora de filmes para adultos a operar em Portugal. Quase por brincadeira, enviou para lá fotografias. Sem o saber, tinha lançado os dados: ia começar uma nova vida...Estávamos em Maio de 2009. 

Três anos mais tarde, em Los Angeles, Erica era eleita a incontestada rainha do cinema pornográfico pela empresa XBIZ. E recebia o prémio de Melhor Actriz Internacional do Ano, um feito raríssimo aos 21 anos - sobretudo quando concorria com as melhores do mundo. Hoje Erica é uma das mais cobiçadas actrizes pornográficas do mundo, venerada por uma legião de fãs que não conhece fronteiras - até já lhe ofereceram mil euros por uma peça de lingerie. Vive num mundo de luzes, câmaras e muita acção. É capaz de, no mesmo dia, almoçar em Budapeste e jantar em Lisboa. E num único ano ir de Praga a Paris, da Croácia a Florença, de Barcelona à Eslovénia - e isso apenas nas viagens em trabalho, a fazer o que gosta e nas condições que impõe.

Neste livro Erica conta-nos todos os seus segredos, toda a sua vida, sem tabus.





Por Quem os Sinos Dobram - Ernest Hemingway

«Se a função de um escritor é revelar a realidade», escreveria o editor Maxwell Perkins em carta dirigida a Hemingway após ter concluído a leitura do seu manuscrito, «nunca ninguém o fez melhor do que você.»

Em 1937 Ernest Hemingway viajou para Madrid, com o intuito de aí realizar algumas reportagens sobre a resistência do governo legítimo de Espanha ao avanço dos revoltosos fascistas. Três anos mais tarde, concluiria a elaboração de um dos mais famosos romances sobre a Guerra Civil de Espanha, Por Quem os Sinos Dobram.


A história de Robert Jordan, um jovem americano das Brigadas Internacionais, membro de uma unidade guerrilheira que combate algures numa zona montanhosa, é um relato de coragem e lealdade, de amor e derrota, que acabou por constituir um dos mais belos romances de guerra do século XX.

https://www.wook.pt/livro/por-quem-os-sinos-dobram-ernest-hemingway/15328354?a_aid=5a09a12eb49c2




sexta-feira, 5 de janeiro de 2018

Já Bocage não sou!

Já Bocage não sou!... À cova escura

Meu estro vai parar desfeito em vento...

Eu aos Céus ultrajei! O meu tormento

Leve me torne sempre a terra dura.


Conheço agora já quão vã figura

Em prosa e verso fez meu louco intento;

Musa!... Tivera algum merecimento

Se um raio de razão seguisse pura!


Eu me arrependo; a língua quase fria

Brade em alto pregão à mocidade,

Que atrás do som fantástico corria.


Outro Aretino fui... A santidade

Manchei - ... Oh! Se me creste, gente ímpia,

Rasga meus versos, crê na eternidade!




Ver livros de Bocage (Elmano Sadino)

O Fim da Inocência - Francisco Salgueiro

O Fim da Inocência

Diário secreto de uma adolescente portuguesa

Aos olhos do mundo, Inês é a menina perfeita. Frequenta um dos melhores colégios nos arredores de Lisboa e relaciona-se com filhos de embaixadores e presidentes de grandes empresas. Por detrás das aparências, a realidade é outra, e bem distinta. Inês e os seus amigos são consumidores regulares de drogas, participam em arriscados jogos sexuais e utilizam desregradamente a internet, transformando as suas vidas numa espiral marcada pelo descontrolo físico e emocional. 

Francisco Salgueiro dá voz à história real e chocante de uma adolescente portuguesa, contada na primeira pessoa. Um aviso para os pais estarem mais atentos ao que se passa nas suas casas.





quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

As Intermitências da Morte - José Saramago

Mais uma grande Obra do Nobel da Literatura

«No dia seguinte ninguém morreu.»

Assim começa este romance de José Saramago.

Colocada a hipótese, o autor desenvolve-a em todas as suas consequências, e o leitor é conduzido com mão de mestre numa ampla divagação sobre a vida, a morte, o amor, e o sentido, ou a falta dele, da nossa existência. 



SUGESTÃO

Inferno de Dan Brown

A Sinfonia dos Animais - Dan Brown

O Rato Maestro está a preparar uma grandiosa surpresa sinfónica! Consegues descobrir o que anda ele a planear? Procura as pistas que ...