quinta-feira, 24 de maio de 2018

Maio de 68 - Régis Debray



Publicado originalmente em 1978, durante as comemorações do décimo aniversário das revoltas estudantis, Maio de 68, uma contrarrevolução conseguida gerou uma enorme celeuma no meio cultural francês, antes de ser silenciado com reprovação. 

No opúsculo, hoje considerado um clássico de leitura imprescindível para compreender os costumes e a mentalidade da sociedade actual, Régis Débray alerta para que o Maio de 68 não trouxe a feliz libertação das pessoas e da sociedade em geral do jugo do Big Brother, antes significou o abandono do indivíduo à tirania do dinheiro, da opinião e do instante. 

Uma aliança entre o liberalismo económico e a moral libertária, o espírito de Maio abriu as portas da sociedade francesa ao neoliberalismo. A partir de então, escreve, «a vanguarda francesa será doravante o vagão da cauda americano».

 Régis Debray


Sem comentários:

Enviar um comentário

SUGESTÃO

Inferno de Dan Brown

Estamos Grávidos! E Agora? - Carmen Ferreira

A gravidez, o parto e os meses que se seguem são momentos intensos, repletos de mudanças que se sucedem a um ritmo alucinante. As dúvidas i...