quarta-feira, 27 de fevereiro de 2019

Uma Família Inglesa - Júlio Dinis

Num baile, Carlos Whitestone conhece uma misteriosa rapariga mascarada de dominó. O boémio inglês enamora-se. Quem seria? É Cecília Quintino, filha de um guarda-livros. Também ela se enamorou. Mas os problemas surgem. Será possível ultrapassar as diferenças sociais? E a vida estouvada de Carlos? Conseguirá ele regenerar-se e mostrar-se digno do amor de Cecília?
Importa relembrar: a obra de Júlio Dinis é admirável – prosa inovadora, intimista e delicada; personagens marcantes. Camilo disse sobre ela: «Aquilo é rebate de entroixar eu a minha papelada e desempeçar a estrada à nova geração.»
Mas interessa hoje esta história? Sim! Quem barra o amor de Cecília e Carlos? A mesquinhez, a má-língua, a intriga. É a coscuvilhice, oprimindo-os com o medo do julgamento. Esse medo e essa coscuvilhice continuam a existir: urge derrotá-los. Uma Família Inglesa é, pois, um manifesto pela liberdade. Eis a hora de o reler.

 Uma família Inglesa


Sem comentários:

Enviar um comentário

SUGESTÃO

Inferno de Dan Brown

O Poder Mágico do Jejum - Yoshinori Nagumo

Quantas vezes já comeu hoje? Se a resposta é mais do que uma, espante-se: está a comer demais! O Dr. Yoshinori Nagumo revela, no seu best-s...