segunda-feira, 17 de setembro de 2018

Cânticos do Realismo - Cesário Verde

Esta esplendorosa publicação da poesia de Cesário Verde na «Biblioteca Fundamental da Literatura Portuguesa», uma coleção que visa salvaguardar o património nacional, através da publicação de um conjunto alargado de títulos da literatura portuguesa, oferece ao leitor um corpus poético impactante na literatura portuguesa. Cesário Verde (1855-1886), autor de uma poesia decisiva na fundação da modernidade literária portuguesa, teve uma vida breve, o que originou uma obra igualmente breve «mas de uma intensidade e de um valor criativo com consequências incalculáveis para a poesia portuguesa posterior». Aliás, «apesar de ter sido um poeta mal compreendido no seu tempo, Cesário Verde estava, seguramente, à frente dele e em rutura com protocolos literários nele vigentes». Por isso, recomenda-se a sua «leitura ou releitura», uma vez que convida o público a recolocar uma relação entre o «realismo» e os «seus processos dominantes».

 Cesário Verde


Sem comentários:

Enviar um comentário

SUGESTÃO

Inferno de Dan Brown

O Poder Mágico do Jejum - Yoshinori Nagumo

Quantas vezes já comeu hoje? Se a resposta é mais do que uma, espante-se: está a comer demais! O Dr. Yoshinori Nagumo revela, no seu best-s...