terça-feira, 5 de fevereiro de 2019

Miguelistas e Liberais - Ron B. Thomson

Miguelistas e Liberais analisa a crise política e económica que se iniciou com a Guerra Peninsular e a fuga da corte para o Brasil e que foi agravada pela revolução de 1820 e pela redação da primeira Constituição portuguesa. Seguiu-se a contrarrevolução, a reivindicação do trono por D. Pedro (imperador do Brasil) em favor da filha, D. Maria da Glória, e a contestação desta por parte do seu irmão, D. Miguel, o Usurpador, que precipitou a chamada Guerra dos Dois Irmãos e que culminou no exílio de D. Miguel. A Concessão de Évora Monte marcou o fim da Guerra Civil, mas não trouxe a desejada estabilidade porque as reformas liberais, apoiadas apenas por uma pequena elite urbana, pouco impacto tiveram na sociedade portuguesa, maioritariamente agrária, que se manteve imune quer a pressões internas, quer às influências externas.

Em Miguelistas e Liberais, Ron B. Thomson demonstra que o liberalismo em Portugal foi um fenómeno urbano, de elite, esclarece as razões para o seu fracasso e explica como foi possível aos liberais ganharem a guerra mas perderem o povo.

 Ron B. Thomson


Sem comentários:

Enviar um comentário

SUGESTÃO

Inferno de Dan Brown

O Poder Mágico do Jejum - Yoshinori Nagumo

Quantas vezes já comeu hoje? Se a resposta é mais do que uma, espante-se: está a comer demais! O Dr. Yoshinori Nagumo revela, no seu best-s...